Valor do Pay-per-view do BBB 20 cai drasticamente

No comparativo com o que foi cobrado pelo PPV do BBB 19, valor reduziu mais da metade. Por qual motivo? Fiasco da última edição ou declínio da TV paga?

Apresentador Tiago Leifert no Big Brother Brasil
Imagem: Reprodução TV Globo

A partir do dia 21 de janeiro, o Big Brother Brasil retorna para as telas da Rede Globo, do streaming e da TV por assinatura, via pay-per-view. Em 2020, uma curiosidade chama atenção. O valor da contratação reduziu drasticamente.

Em 2019, acompanhar os participantes do reality 24 horas por dia na TV paga gerava um custo variável entre R$ 250 e R$ 288 a mais nas faturas. Agora, o valor base cobrado pela Claro net tv, por exemplo, é de R$ 21,90 mensais.


Com esse valor, o cliente paga um total de R$ 87,60 pelos quatro meses em que o programa é transmitido. Curiosamente, é o mesmo custo da assinatura mensal do Globoplay, plataforma de vídeo sob demanda da emissora.

VIU ISSO?

–> Globoplay anuncia assinatura anual

–> Globoplay reforça catálogo para 2020

–> Globo se prepara para competir com a Netflix pelo mundo

Desde 2018, a Rede Globo concentra os investimentos no streaming, portanto, a redução do valor pode ser um movimento para atrair mais assinantes na plataforma, que disponibiliza muito mais conteúdo por esse valor.

Entretanto, outros fatores também podem ter influenciado a redução. Um deles é o fiasco da última edição do reality, vista como uma das piores e mais controversas após a vencedora se envolver em polêmicas relacionadas com racismo.

A nova edição do Big Brother Brasil enfrenta ainda rumores de que terá participantes famosos das redes sociais. Nos últimos meses, diversos influenciadores e youtubers confirmaram o convite para a nova edição.

Com informações de VCFAZ.tv

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Jefferson

Não sei quem pagava 288,00 nesse lixo.
Globo a cada dia caindo mais. Só fica um exemplo: quem lacra, não lucra. $

Cidade - UF
Recife - PE