Brasileiros estão consumindo menos produtos piratas, diz relatório

Popularização de serviços de streaming de música e de vídeo tem contribuído para a redução no acesso a conteúdo ilegal.

Imagem: Pixabay

Nesta quarta-feira, 15, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou o seu mais novo relatório “Retratos da Sociedade Brasileira”. A pesquisa apontou que os brasileiros têm comprado menos produtos piratas do que em 2013.

Segundo a CNI, entre 2013 e 2019, o percentual de brasileiros que afirmam que nunca compram produtos piratas aumentou de 28% para 45%. Para aqueles que dizem que compram às vezes, a queda foi de 34% para 23%. Já a taxa de usuários que afirmam que adquirem produtos ilegais foi de 13% para 7%.


Os brasileiros que mais compram produtos piratas — mesmo que raramente — são homens (59%) e jovens com idade entre 16 e 24 anos (71%). O percentual vai caindo conforme a idade, chegando a 28% entre os brasileiros com 55 anos ou mais.

O relatório chegou à conclusão que a mudança no hábito se deve à popularização das plataformas de streaming de música e de vídeo, como o Spotify e a Netflix respectivamente, o que ajuda a reduzir a procura por CDs e DVDs pirateados.

VIU ISSO?

–> Pirataria da TV paga custa R$ 9 bilhões

–> Anatel quer sugestões de ações de combate à pirataria em telecom

–> Anatel lança site de combate à pirataria

O estudo da CNI também mostrou que a quantidade de brasileiros que já fez compras pela internet subiu de 23%, em 2013, para 42% em 2019. Quanto maior a renda familiar dos brasileiros, maior é o percentual que realiza compras online.

A pesquisa foi realizada com 2 mil pessoas em 126 municípios. O período de coleta foi de 19 a 22 de setembro de 2019.

Imagem: Reproduação/Retratos da Sociedade Brasileira

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
ultra craft

O barateamento dos produtos streaming

Cidade - UF
Rio de Janeiro