TV Globo encerra sinal nacional na parabólica

Programações locais serão liberadas para alguns estados.

Parabólica
Imagem: Wikipedia

A partir desta segunda-feira, 14, a TV Globo inicia uma operação de encerramento do sinal nacional para as parabólicas. O feed nacional (Sat HD) não será mais transmitido e a programação local entrará no lugar.

Desde então, o padrão era transmitir o sinal da Globo Rio. Nesse caso, várias regiões acompanhavam todo o conteúdo do Rio de Janeiro, por exemplo, e não os telejornais locais.

No entanto, as mudanças definidas pela emissora carioca prometem mudar o cenário. Os moradores do Espírito Santo, por exemplo, vão receber sinal da Globo Minas. Abaixo, a lista com o detalhamento das mudanças:

  • Espírito Santo: Globo Minas
  • Tocantins: TV Anhanguera (GO)
  • Rio Grande do Norte, Piauí, Paraíba, Alagoas e Sergipe: Globo Nordeste
  • Demais regiões que recebiam o sinal nacional: TV Globo de São Paulo

VIU ISSO?
Globo, FOX, Disney e Turner são investigadas pelo Cade
SKY anuncia a entrada do sinal de seis Afiliadas Globo
Abert e Anatel divergem sobre dados da TV aberta por parabólica

As parabólicas são também peças centrais no possível atraso do leilão 5G, já que a tecnologia pode causar uma interferência no sinal e deixar milhares de residências sem sinal de TV.

A falta de definição, inclusive, pode atrasar o leilão para 2021, nas previsões mais pessimistas já realizadas.

Sobre a possível mudança da TV Globo, a emissora foi procurada pela redação do Minha Operadora e enviou a seguinte nota:

“A oferta do sinal digital por satélite segue a premissa da digitalização do sinal pelo ar, pela qual passamos de forma muito bem-sucedida nos últimos anos: oferecer a melhor qualidade de imagem e som para a população, em um país de dimensões continentais e que tem na TV aberta sua principal fonte de entretenimento e informação. Evoluímos com o desligamento do sinal analógico com o mínimo de impacto para o público, mantendo a penetração nos domicílios brasileiros e respeitando o nosso modelo de regionalização. A alteração tem esse objetivo: levar ao público que já recebe o sinal digital pelas parabólicas conteúdo regionalizado, mais aderente às suas localidades. A mudança afeta uma parcela de receptores que ainda recebe o sinal nacional em detrimento do sinal regional. As localidades em que os receptores já recebem o sinal regional não serão afetadas.”

Com informações TudoCelular

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
12 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários