Startup financiada pelo Instituto TIM vence prêmio da ONU

Ideia de brasileira ganhou o ‘Jovens Campeões da Terra’, que premia empreendedores com projetos inovadores para salvar o planeta.

Foto: ONU

A empreendedora baiana Anna Luísa Beserra, de apenas 21 anos, foi uma das vencedoras do Prêmio Jovens Campeões da Terra, da Organização das Nações Unidades (ONU). Esta é a primeira vez que uma brasileira recebe a premiação.

A jovem criou a startup Aqualuz ao longo do programa Academic Working Capital (AWC), do Instituto TIM. Seu projeto tem o objetivo de desenvolver uma solução mecatrônica sustentável de filtragem de água baseada em luz solar.


A partir da captação da chuva, coletada em cisternas em regiões rurais, a solução purifica a água por meio da radiação solar e indica ao usuário quando o consumo é seguro.

O recurso busca resolver o problema do acesso à água potável na região Nordeste do Brasil. O sistema já oferece água para 265 pessoas e deve alcançar a cifra de 700 até o fim deste ano.

“Meu propósito é levar o direito básico à água limpa para as comunidades carentes nas áreas rurais”, disse Beserra.

VIU ISSO?
–> Vivo pretende reduzir o consumo de plástico
–> Internet supera indústria aeroespacial na emissão de CO2
–> Aprenda como descartar corretamente baterias e celulares

Anna Luísa esteve entre os 35 finalistas globais e as quatro na categoria América Latina e Caribe. A cerimônia de entrega do prêmio será em 26 de setembro, durante a Assembleia Geral da ONU, em Nova York.

Ela receberá US$ 15 mil (aproximadamente R$ 61 mil) para investir em seus projetos, US$ 9 mil (R$ 37 mil) para comunicação e marketing, além de poder participar de reuniões da ONU para convites e financiamento de suas ideias pelo mundo.

A premiação é concedida anualmente pela ONU a jovens entre 18 e 30 anos, por suas ideias em favor do meio ambiente.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de