14/06/2024

Nova atualização do Google Chrome vai impactar na eficácia do adblock

Modificação do Google Chrome vai gerar mudanças significativas na extensão do navegador que bloquea anúncios.

OGoogle está preparado para implementar o Manifest V3 no Chrome, uma nova especificação para extensões que modifica o funcionamento dos bloqueadores de anúncios. Essa atualização começará a ser disponibilizada a partir da próxima segunda-feira, 3 de junho.

O Manifest V3 é uma mudança significativa na maneira como as extensões funcionam no Chrome. Ele introduz várias novas regras e limites para extensões, com o objetivo declarado de melhorar a segurança, a privacidade e o desempenho do navegador. No entanto, uma das implicações mais controversas é a limitação das capacidades dos bloqueadores de anúncios.

Essencialmente, o Manifest V3 limita o acesso das extensões a certas funcionalidades que são essenciais para o bloqueio de anúncios de forma eficiente. Isso significa que muitos dos bloqueadores de anúncios existentes terão que ser reescritos ou poderão não funcionar tão bem quanto antes.

A atualização para o Manifest V3 não será instantânea para todos os usuários, mas começará a ser liberada de forma gradual a partir de 3 de junho. Os desenvolvedores de extensões já foram avisados sobre essas mudanças e tiveram tempo para adaptar seus produtos às novas regras, mas ainda há muitas incertezas sobre como essas mudanças afetarão a experiência do usuário final.

Portanto, se você utiliza bloqueadores de anúncios no Chrome, é importante ficar atento às atualizações e possíveis mudanças na eficácia dessas ferramentas nos próximos meses.

De acordo com a empresa, essa atualização será inicialmente disponibilizada nas versões de teste do Chrome, que incluem o Beta, o Dev e o Canary.

Os usuários das versões de teste do Chrome receberão um aviso específico sobre a mudança na página de gerenciamento de extensões. Esse alerta indicará que o Google está prestes a encerrar o suporte para as extensões que operam com o padrão anterior, o Manifest V2. Para evitar surpresas, a empresa se compromete a manter o funcionamento das extensões incompatíveis por “alguns meses” antes de desativá-las definitivamente.

O Google já havia mencionado anteriormente que a transição para a versão estável do Chrome, aquela utilizada pela maioria dos usuários diariamente, levaria “pelo menos um mês”. A migração completa está programada para ser concluída até o início de 2025.

O Google afirma que a mudança para o Manifest V3, além de melhorar a segurança dos usuários, remove o suporte para extensões que utilizam código hospedado remotamente, visando evitar atividades maliciosas, como execução de comandos não autorizados. Inicialmente adiada em 2022 e enfrentando resistência por limitar bloqueadores de anúncios, a transição foi revista pelo Google para resolver preocupações dos desenvolvedores.

O Manifest V3, em desenvolvimento desde 2018, restringirá os bloqueadores de anúncios ao limitar certas APIs, como a ‘WebRequest’, essencial para rastrear propagandas e gerenciar arquivos e cookies para bloqueá-las.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários