Marca DirecTV pode retornar ao Brasil?

Atual embate entre operadoras de TV paga e serviços de streaming pode favorecer a chegada da plataforma DirecTV Go.

Canais brasileiros no DirecTV Go
Imagem: ForOunivers

Ainda não há um anúncio oficial, mas tudo indica que a plataforma DirecTV Go prepara sua vinda para o mercado brasileiro. Os indícios começaram com os primeiros testes do streaming no Brasil, que transmitiram emissoras brasileiras.

Para os que ainda não estão familiarizados, trata-se de um serviço que une o melhor da TV por assinatura com o vídeo sob demanda (VOD). Com assinatura, o consumidor pode ter toda a programação de canais online, sem a necessidade de uma antena ou cabo.


A marca DirecTV é uma velha conhecida dos brasileiros. Aqui, foi uma das pioneiras no mercado de TV paga até ser vendida para a NEWS Corporation em 2004, controladora da SKY na época.

Ambas dividiam mercado em diversos países e a marca que era mais forte em cada um deles sobreviveu. No Brasil, uma reestruturação acionária uniu os dois serviços, que chegaram a circular o slogan: “SKY+DirecTV: O melhor de dois mundos”.

Em 2014, a gigante operadora americana AT&T entrou em cena e comprou todas as operações da SKY e DirecTV. O último serviço, se reestruturou com o lançamento de uma plataforma para ofertar TV por assinatura online: a DirecTV Go.

E como o cenário brasileiro favorece a vinda do streaming?

Desde que comprou a Time Warner, a operadora encontra barreiras no Brasil, por conta da Lei da TV Paga, que impede a propriedade cruzada. Isso significa que uma distribuidora não pode ser dona de uma produtora de conteúdo, para que não exista um monopólio de emissoras.

No nosso país, significaria que a AT&T seria dona da SKY e dos estúdios Warner, que possuem os canais HBO, TNT, Warner, Cartoon Network e outros.

VIU ISSO?
Sky testa serviço mais barato via aplicativo para TV paga ao vivo
AT&T está disposta a fechar canais no Brasil para não perder SKY
Anatel adia decisão sobre compra da Warner pela AT&T

Em caso de uma decisão não favorável por parte da Anatel, os executivos da AT&T seriam obrigados a vender a SKY e essa não é a vontade deles.

Se esse for o caso, eles já ameaçaram parar de comercializar os canais da Warner via TV por assinatura e coloca-los apenas na transmissão online. Mas para isso, precisariam de uma plataforma.

Testes brasileiros do DirecTV Go
Imagem: ForOunivers

Recentemente, a Warner anunciou o HBO Max, streaming exclusivo para as produções do estúdio. Entretanto, o modelo se aproxima mais da Netflix.

Para comercializar suas emissoras online, o serviço ideal seria o DirecTV Go, que já circula esse modelo no exterior.

Entretanto, o recente embate da Claro com a FOX também mostra que as prestadoras são contra o modelo de transmissão online. Mas até agora, todas as decisões da Justiça foram favoráveis ao streaming da FOX, que segue com a transmissão de seus canais online.

Portanto, será que o DirecTV Go é um plano B para as operações da AT&T no Brasil? Ou uma certeza de que o modelo deve surgir por aqui nos próximos meses, independente da resolução sobre o futuro da SKY?

Provavelmente, teremos as respostas nos próximos dias. As imagens dos testes em território nacional foram divulgadas pelo site ForOunivers.

Segundo informações já divulgadas, o DirecTV Go pode circular com um único plano, a partir de R$ 79,99, com 60 canais regionais e 30 locais. Serviços a lá carte como Telecine e HBO estarão disponíveis para compra com valores a partir de R$ 37,99.

Com informações do TV Magazine

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

1
Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Bem interessante tomara que dê cert, o erro da AT&T foi retirar os canais Esporte Interativo do país, além da programação que incluía ate games, e também praticamente já perdeu os direitos de transmissão do campeonato brasileiro, e os times tiveram que renegociar com a Globo, assim não tendo concorrência com o Premiere, de resto só resta aguardar.

Cidade - UF
SP