Câmara de Cascavel-PR pede à Oi a instalação de novos orelhões

Levantamento de comissão apontou que a cidade possui 90 telefones públicos que precisam de manutenção.

Foto: Marcelino Duarte/ Assessoria CMC

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Cascavel, no Paraná, encaminhou à Oi um ofício solicitando a instalação de telefones públicos, os chamados ‘orelhões’, em diversos pontos da cidade.

A partir de levantamento realizado pela comissão, foi constatado que dos 262 telefones públicos que eram previstos pela Anatel para o município, apenas 193 foram localizados. Destes, 103 estão funcionando e 90 necessitam de manutenção.


Segundo o site estatístico da Anatel, Cascavel possui 244 telefones públicos, sendo 238 disponíveis e apenas 6 em manutenção.

A operadora Oi respondeu que providenciará a instalação dos aparelhos nos pontos solicitados: nos cinco Terminais de Transbordo Urbano, na Câmara Municipal e no prédio do Procon.

VIU ISSO?
–> Retirada de orelhões vem dando o que falar
–> PGMU redireciona investimentos com manutenção de orelhões para 4G
–> Anatel prorroga gratuidade em ligações de orelhões em 11 estados

Desde 2018, as empresas de telefonia não são mais obrigadas a instalar orelhões a cada 300 metros, tendo como prioridade estabelecimentos públicos. Entre janeiro de 2018 e janeiro de 2019 foram desativados mais de 480 mil aparelhos em todo o Brasil.

Segundo a Anatel, atualmente, o país conta com 213.869 orelhões, sendo que 189.332 (88,53%) estão disponíveis e 24.537 estão em manutenção. A maior região com telefones públicos é o sudeste com 94.657, seguido do Nordeste (56.222), Sul (29.946), Centro-Oeste (16.609) e Norte (16.435).

Como os cartões não são mais comercializados pela Oi e a operadora não atingiu a meta de 90% dos telefones públicos em funcionamento, por determinação da Anatel, as ligações de orelhões para telefones fixos devem ser gratuitas.

Para localizar os orelhões, a Anatel disponibiliza uma ferramenta de consulta na internet, que informa características de cada telefone, número, localização e status de funcionamento.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

5
Deixe um comentário

avatar
5 Número de Comentários
0 Número de Respostas
1 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
5 Autores de comentários
Rogério PiresALEXSANDRO DE ALMEIDALucas GonçalvesCarlosJean Autores recentes de comentários
  Cadastre-se  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Jean
Visitante
Jean

Novos orelhoes para serem danificados por vândalos. Legal!!!

Acho que os vereadores estao sentindo falta pq não usam celular, só pode!!!

Cidade - UF
Marechal Cândido Rondon - PR
Carlos
Visitante
Carlos

Seria mais interessante cobrar melhor qualidade nos serviços das operadoras de telefonia celular.

Cidade - UF
Ceará
Lucas Gonçalves
Visitante
Lucas Gonçalves

É sério mesmo que estão cobrando mais orelhões de uma operadora praticamente falida ?? Ao invés de cobrarem melhor atendimento, melhor infraestrutura, depois que ela se recuperasse, cobram por algo que vândalos vão destruir, lamentável esse país.

Cidade - UF
Nova Iguaçu -Rj
ALEXSANDRO DE ALMEIDA
Visitante
ALEXSANDRO DE ALMEIDA

Em que século estamos? Orelhão? Por isso que a pobre da Oi anda mal das pernas, tem que ficar investindo dinheiro em algo obsoleto, que gera pouco ou nenhum retorno. Em um mundo no qual você consegue comprar um celular somente para ligações/sms por menos de 100 reais e planos com muitos minutos ou ligações ilimitados super baratos, não há lógica alguma em investir nesse tipo de aparelho.

Cidade - UF
São Gabriel da Palha - ES
Rogério Pires
Visitante
Rogério Pires

Investir em Orelhão? É sério isso? Certamente estes “senhores” utilizam muito.

Cidade - UF
Uberlândia - MG