TIM e Vivo anunciam compartilhamento de redes 2G e 4G

Iniciativa reduzirá os custos das duas companhias, que estudam também o compartilhamento de rede para outras tecnologias.

Ilustração - Parceria de negócios

A TIM e a Vivo estão prestes a efetivar um acordo para o compartilhamento de estruturas de rede. O Memorando de Entendimento deve ser assinado nesta terça-feira e prevê a divisão do 2G, modelo Single Grid a nível nacional, além da evolução da infraestrutura do 4G 700 MHz em cidades com menos de 30 mil habitantes.

A possibilidade de uma expansão para municípios maiores no futuro é cogitada. Juntas, a TIM e a Vivo pretendem também analisar o compartilhamento de redes em outras tecnologias.


De acordo com o Christian Gebara, presidente da Vivo, a ideia é melhorar a experiência do cliente, além de abrir as portas para os investimentos em novas tecnologias. Seria o 5G? Isso o executivo ainda não menciona.

“Em um momento em que a demanda por dados cresce exponencialmente, buscamos uma melhora relevante na experiência do cliente, bem como a realocação de recursos para novas tecnologias como o 4G, 4,5G e Fibra”, explicou.

VIU ISSO?
– Pós-pago da Vivo agora tem roaming internacional
– Vivo oferece até 110GB de internet para quem solicita portabilidade
– Oi e Vivo têm os melhores executivos da América Latina

Na visão de Pietro Labriola, presidente da TIM, a iniciativa é crucial para o desenvolvimento das telecomunicações no país. Para ele, trata-se de uma iniciativa eficiente para introduzir novas tecnologias, aumentar a velocidade da implantação de redes e reduzir nível de custos e impactos.

Com o compartilhamento, a TIM e a Vivo dão um passo importante na otimização do uso de energia e espaço público. É uma reprodução das práticas bem aceitas internacionalmente, que impulsionam a digitalização sustentável no Brasil.

A partir de agora, as duas companhias se juntam para detalhar o plano de compartilhamento, que será analisado pelas autoridades. O prazo é de 90 dias. Ambas provavelmente terão redução de custos em operações, manutenção de infraestrutura, energia elétrica, aluguel de sites, entre outros.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

1
Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Jean Michel Skaleé
Colaborador
Jean Michel Skaleé

Quero so ve. Onde moro a vivo não possui antena mas tem a tim com 4G. Vamos ver se a Vivo utilizará o sinal da Tim, apesar que onde moro a vivo chega com sinal 2G/3G razoavel de uma cidade vizinha