“Em cinco anos, ninguém mais usará smartphones”, diz Samsung

Chefe de design da sul-coreana diz que o design dos aparelhos chegou ao limite e que os desafios agora serão outros.

Será? Para a Samsung, os smartphones estão perto de se tornarem algo obsoleto. De acordo com Kang Yun-Je, chefe da marca, eles chegaram ao limite com o desenvolvimento do Galaxy Fold, celular dobrável e agora o foco deve ser em outros tipos de produtos para continuar a trazer inovações para o mercado tecnológico.

Para entendermos melhor, o CEO da Samsung, DJ Koh, trouxe uma outra perspectiva. Para ele, o surgimento do 5G, Internet das Coisas e a inteligência artificial podem trazer uma nova era ao mercado.


Se os últimos 10 anos foram sobre a evolução do smartphone, o que pode acontecer com essas tecnologias, que começarão a agir juntas?

VIU ISSO?
– Samsung anuncia novo centro de pesquisa com foco em 6G
– Principais soluções de rede 5G na Coreia do Sul são da Samsung
– Vivo e Samsung juntam forças em nova forma para pagar aplicativos

“Estamos nos concentrando em outros dispositivos que estão começando a trazer um impacto mais amplo para o mercado, como fones de ouvido inteligentes e smartwatches. Em mais ou menos cinco anos, as pessoas não vão nem se dar conta de que estão ‘vestindo telas’. Será tudo intuitivo”, disse Kang Yun-Je.

Na visão dos analistas de mercado, a visão da Samsung é correta. Afinal, o smartphone teve um importante protagonismo na transição do desktop para os dispositivos.

Diego Cibils, cofundador da empresa de software de inteligência artificial Kona, afirma que o futuro pertence aos dispositivos interconectados, o multitelas. Vamos carrega-las conosco para qualquer localização e realizar tarefas que fazíamos no smartphone.

Você já imaginou telas virtuais reproduzidas na parede? Na sua roupa? Carro? É isso que o executivo menciona.

Com as mudanças tecnológicas, o setor de telecomunicações precisa se reinventar, cada vez mais. Se a previsão da Samsung estiver correta, as operadoras terão que passar por uma adaptação de mercado ainda mais brusca no futuro.

Com informações do MS Power User

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

3
DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
3 Número de Comentários
0 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
3 Autores de comentários
Adriano Da Silva CoelhoFilipe CostaAPierre Autores recentes de comentários
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
APierre
Colaborador
APierre

Isso que eu tinha a curiosidade de saber e agora estou lendo. O futuro dos smartphones. Realmente não se tem mais nada a fazer e inovar, chegou o limite mesmo em termos de aparelhos, enquanto outros pertences vestíveis estão a espera de já serem usados a um tempo. Que matéria!

Filipe Costa
Visitante
Filipe Costa

Talvez um dia tecnologias semelhantes a essas sejam implantadas diretamente nas pessoas.

Adriano Da Silva Coelho
Colaborador
Adriano Da Silva Coelho

Que droga! Agora que estou me acostumando com a tecnologia, já vão mudar a moda.

Cidade - UF
Tubarao SC