terça-feira, 2 de outubro de 2018

Verizon é a primeira do mundo a vender planos 5G

O que você achou? 
Operadora ativou as primeiras torres com a conexão de quinta geração em quatro cidades norte-americanas.

A Verizon cumpriu o prometido e acaba de ativar as primeiras torres com a conexão 5G em quatro cidades dos Estados Unidos: Houston, Indianápolis, Los Angeles e Sacramento.

A previsão é que os smartphones compatíveis com a tecnologia de quinta geração comecem a chegar no mercado americano no ano que vem. 

Em parceria, a operadora Sprint e a fabricante LG pretendem lançar o produto no primeiro semestre de 2019. Já a operadora AT&T foi mais ousada e disse que irá lançar o dispositivo 5G ainda neste ano.

Quem irá ganhar a corrida pelo lançamento do primeiro smartphone 5G ainda não se sabe, mas a Verizon está indo além e começou a comercializar os primeiros planos de quinta geração. 

A empresa ainda está oferecendo vantagens exclusivas para os primeiros clientes que adquirirem seu plano residencial de 300 Mbps.

LEIA TAMBÉM:


Os membros do plano “First on 5G” recebem o serviço gratuito por 90 dias e um Apple TV 4K ou Google Chromecast Ultra gratuito com três meses grátis de assinatura do YouTube TV. É ou não uma super oferta?

Além disso, a empresa está oferecendo aos primeiros clientes a instalação gratuita dos equipamentos, suporte 24 horas e preços altamente competitivos.

O plano 5G Home custa US$ 70 (cerca de R$ 281), após os primeiros três meses grátis. 

Já o consumidor já for cliente da Verizon, o preço é de US$ 50 (cerca de R$ 201) com planos de telefone por apenas mais US$ 30 (cerca de R$ 120).

A primeira pessoa a assinar um plano 5G no mundo foi Clayton Harris. Morador de Houston, no Texas, ele assinou um plano com a Verizon e ajudou a empresa a convencer suas rivais americanas e até chinesas que irá ativar a rede até o final do ano. 



3 comentários:

  1. Viva o primeiro mundo...
    Que venha logo para cá.
    Vai ser em qual freqüência?

    ResponderExcluir
  2. Esperando a Claro, como sempre, lançar primeiro essa tecnologia aqui no BR.

    ResponderExcluir
  3. Isso vai demorar anos pra chegar aqui, talvez em 2025.

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.