Claro ativa seu 4.5G na frequência de 700MHz em São Paulo

Operadora conclui mais uma lista de metrópoles cujas frequências foram liberadas pela Anatel em maio: Porto Alegre, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e agora SP.

Depois que a Anatel liberou a frequência de 700 MHz para mais quatro metrópoles do Brasil, no final de maio, a Claro foi a primeira operadora a concluir a ativação do 4.5G nessa faixa em todas elas: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e, nesta sexta-feira (20), a operadora acaba de anunciar que a cidade de São Paulo também começa a ser beneficiada.

As transmissões em 700MHz para o serviço móvel pessoal (SMP) em São Paulo serão iniciadas imediatamente após cumpridas todas as formalidades regulatórias para liberação do uso da frequência, previstas para serem concluídas nos próximos dias.









Conforme explica a operadora, a ativação do serviço móvel nessa faixa acontece após o desligamento dos sinais de TV analógica, que envolveu a distribuição de receptores digitais de TV para população. 

O trabalho é conduzido pela Entidade Administradora da Digitalização (EAD / Seja Digital) e pela Agência Nacional de Telecomunicações. O cronograma de liberação tem sido antecipado e está chegando agora às maiores cidades do país.
LEIA TAMBÉM:
Com a evolução na rede, a internet móvel acaba sendo acelerada nessas capitais, onde a Claro já tem o 4.5G em operação desde o início de 2018.
Entre os benefícios da transmissão na frequência de 700MHz estão a ampliação da capacidade de transmissão da rede, a expansão da cobertura e melhora da intensidade de sinal em ambientes internos de casas e empresas.
De acordo com a Claro, ela foi a primeira operadora a ativar transmissões comerciais em 700 MHz no país, começando por Rio Verde (GO). Na ocasião, a empresa demonstrou a tecnologia LTE Advanced Pro pela primeira vez, em dezembro de 2015. 
Em Rio Verde, a Claro combinou a frequência de 700MHz com as existentes (1800+2600 MHz), além de ativar as funcionalidades avançadas, como MIMO 4×4 e modulação 256QAM no downlink. Em conjunto, estas funcionalidades permitem velocidades até 10x superiores ao 4G convencional.
Em seguida, a Claro acabou sendo pioneira ao utilizar esse novo espectro e a tecnologia LTE Advanced Pro numa capital, quando lançou comercialmente a tecnologia 4.5G em Brasília, no aniversário da cidade.

Em janeiro deste ano, a Claro anunciou a disponibilidade do 4.5G em mais de 150 cidades do país, entre elas as principais capitais, dentro do plano de investimento para modernização e expansão da rede móvel da operadora que está em andamento.



6 Comentários

  1. Gostaria de saber se muda alguma coisa para quem não tem o smartphone com essa tecnologia obrigado

  2. Alguém já conseguiu checar se está funcionando mesmo. Fiz o field test no meu iphone x e continuo usando a banda 7

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*