sexta-feira, 8 de junho de 2018

Sobras de recursos da TV Digital devem comprar mais conversores

O que você achou? 
Portaria publicada pelo MTIC não agradou à Anatel; expectativa é de que a sobra seja em torno de R$ 600 milhões.

O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MTIC), Gilberto Kassab, determinou que as sobras de recursos da Seja Digital (ou EAD), braço operacional da transição para a TV Digital, devem ser transformadas em novos kits de conversor e antena de recepção dos sinais digitais.

A portaria foi publicada nesta sexta-feira (8), no Diário Oficial da União. 

No entanto, ainda não se sabe se efetivamente irá sobrar dinheiro ou o quanto irá sobrar. Além da distribuição dos kits, o trabalho envolve remanejamento e mitigação e a conclusão disso só se dará em meados de 2019.

No Gired, grupo responsável por coordenar a transição digital que reúne Governo, Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), operadoras móveis e emissoras de televisão, há uma área de acompanhamento financeiro. 
Com base nos R$ 3,6 bilhões destinados aos kits e ao ressarcimento de emissoras pela ‘limpeza’ da faixa de 700 MHz, as projeções dão conta que pode sobrar cerca de R$ 600 milhões. 

Estima-se que a Seja Digital já comprou cerca de 14 milhões de conversores por R$ 2,8 bilhões. 

Assim, com as sobras será possível a aquisição de cerca de três milhões de novos kits, que permitem que as televisões analógicas recebam os sinais digitais.

No entanto, a portaria publicada nesta sexta-feira pelo MTIC não agradou à Anatel. 

Isso porque no edital da faixa de 700 MHz está previsto que caberá ao Conselho Diretor da Anatel a palavra final sobre o que fazer com o eventual saldo remanescente da transição digital.



2 comentários:

  1. O Brasil é um país castigado de corruptos safados e pilantra ,verba para comprar kits digital tem mais para aumentar o salário do pobre não existe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem está pagando por esses kits são as operadoras de telefonia celular vencedoras do leilão de 700 MHz. O governo não está gastando nada, pelo contrário, arrecadou muito dinheiro com o leilão. Uma das condições para usar a faixa, era distribuir esses kits. As operadoras estão bancando tudo por que é uma frequência ótima.

      Excluir