Brasileiros devem reiniciar roteadores para combater vírus

Pedido do Ministério Público visa à combater o malware VPNFilter, identificado em roteadores domésticos e usado por criminosos em diversas fraudes.


Roteadores domésticos e de home office estão sob risco de infecção pelo malware VPNFilter, foi o que alertou a Comissão de Proteção dos Dados Pessoais do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), na última quinta-feira (7).


A orientação da comissão para combater o vírus é de que todos os proprietários brasileiros devem reiniciar os aparelhos para interromper temporariamente o malware e ajudar na identificação potencial de roteadores infectados.


Também é recomendada pelo MPDFT que a desativação das configurações de gerenciamento remoto e o uso de senhas fortes.

Outra medida que ajuda a eliminar o vírus é a atualização do software (firmware) do roteador.


LEIA TAMBÉM:


Os aparelhos infectados podem coletar dados pessoais, bloquear o tráfego de internet e direcionar os usuários para sites falsos de instituições bancárias e de e-commerce. Com esses dados e direcionamentos, hackers conseguem cometer fraudes.

Em 25 de maio, o FBI emitiu alerta público sobre a infecção de roteadores pelo malware VPNFilter. 

Desde setembro de 2017, o MPDFT investiga fraudes bancárias, como estelionatos e furtos, cometidos por meio de roteadores infectados. 

O Ministério Público está trabalhando em parceria com a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos da Polícia Civil. A investigação é sigilosa.

Deixe um comentário

avatar
  Cadastre-se  
Notificação de