segunda-feira, 4 de junho de 2018

Credores da Holanda aprovam plano de recuperação judicial da Oi

O que você achou? 
Aprovação irá assegurar que o plano de recuperação tenha efeito para credores e partes interessadas em outros territórios, não apenas o Brasil.

O plano de recuperação judicial da Oi foi aprovado pelos credores de suas subsidiárias holandesas, a Portugal Telecom International Finance (PTIF) e a Oi Brasil Holdings Coöperatief (Oi Coop). A informação foi divulgada pela operadora na noite da última sexta-feira (1º).

O pedido, emitido pela empresa em 10 de abril deste ano, irá garantir que as dívidas expedidas contra a operadora em outros países recebam o mesmo tratamento dado à dívida dos demais credores no Brasil.



O reconhecimento é uma condição para a distribuição de parte do pagamento ao qual esses credores têm direito, de acordo com os termos do plano em dezembro do ano passado.

O plano ainda precisa receber a sanção do Tribunal de Amsterdã. Conforme a Oi, a audiência para homologação está agendada para a próxima segunda-feira (11).

LEIA TAMBÉM:


O plano de recuperação judicial da Oi foi aprovado no Brasil em dezembro do ano passado pela assembleia de credores da operadora. Em janeiro deste ano, o plano também foi aprovado pela Justiça. 

Ao divulgar os resultados do primeiro trimestre de 2018, a Oi destacou alguns indicadores que mostram que o plano de recuperação judicial tem surtido efeito para a companhia. 

Depois da aprovação do plano, a Oi reduziu sua dívida em mais de R$ 36 bilhões e conseguiu retomar seu ciclo de investimentos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário