sexta-feira, 1 de junho de 2018

Vídeo da Telebrasil fala sobre impacto da privatização em telecom

O que você achou? 
Faz 20 anos que o programa de privatização de telefonia foi anunciado e, desde então, R$ 885 bilhões foram investidos no setor.

Durante a abertura do painel Telebrasil 2018, encontro anual do setor de telecom que, neste ano, aconteceu na última semana, o presidente da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), Luiz Alexandre Garcia, apresentou um vídeo sobre os 20 anos de privatização do sistema de telefonia no Brasil e o impacto que causou no setor.

O vídeo começa com imagens do telefone móvel e fixo, e um trecho da reportagem de 1998 que falava sobre o programa de privatização da telefonia, anunciado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso.




Agora em 2018, completam-se vinte anos desde que a infraestrutura de telecom passou para um ambiente privado, oferecendo mais competitividade, investimentos e oportunidade para o país.

O conteúdo da Associação traz uma narradora que comenta sobre os preços altos dos serviços no passado e a transformação que a internet possibilitou na economia e nos serviços públicos.

LEIA TAMBÉM:

“O Brasil que tinha 7, hoje tem 236 milhões de telefones celulares. Viu nascer e se expandir a banda larga, que hoje chega a 30 milhões de acesso fixos. Universalizou a telefonia fixa. Ganhou mais opções de informação e entretenimento com a TV por assinatura. Tornou a banda larga móvel uma realidade para 205 milhões de usuários”, informa.

Hoje, a realidade da sociedade de fato se transformou ainda mais, com navegação em aplicativos, redes sociais, a possibilidade de assistir a vídeos on-line com qualidade, acessar mapas e facilitar a vida – claro, quando a cobertura é adequada. Inegavelmente, a vida se tornou digital, como destacado no vídeo.

De acordo com o Telebrasil, foram investidos mais de R$ 885 bilhões nos últimos 20 anos, o que deixou o setor no topo do ranking de investimentos privados diretos.

De toda forma, ainda há 35% de brasileiros sem internet, o que, segundo a instituição, é um reflexo da falta de políticas públicas adequadas e dos altos tributos, que criam um desafio maior para levar infraestrutura a todos.

Assista ao vídeo completo:



Um comentário:

  1. E ainda tem gente contra privatização... sabe de nada inocentes!

    ResponderExcluir