Greve poderá comprometer serviços de telecomunicação, diz Claro

Operadora explica que a falta de combustível irá impossibilitar a realização dos serviços de manutenção e atendimentos residenciais.


Os serviços de manutenção e
atendimento residencial
poderão ficar comprometidos durante a semana em razão
da greve dos caminhoneiros. A informação foi dada pela Claro neste sábado (26),
por meio de nota.


A operadora explica que a greve
irá afetar os serviços já que há desabastecimento de combustível, impedindo que
os veículos da empresa possam circular.


No comunicado, a empresa ressalta
que espera que as negociações para o fim da paralisação evoluam com a máxima
urgência.



LEIA TAMBÉM:



A Claro ainda pede desculpas e se
solidariza a seus clientes. A operadora também se compromete a recuperar o
tempo perdido, retomando agendamentos e agilizando manutenções assim que a
situação estiver normalizada.

Mesmo com o acordo de suspensão
da greve por 15 dias, os caminhoneiros continuam protestando nas rodovias
brasileiras já que muitos motoristas não concordam com o que foi acordado.

O ministro da Secretaria do
Governo, Carlos Marun, afirmou na manhã deste sábado (26) que o governo está
aplicando multas de R$ 100 mil por hora parada aos donos das transportadoras
que não desbloquearam vias e voltaram à atividade.

Deixe um comentário

avatar
  Cadastre-se  
Notificação de