InícioNotíciasComissão do Senado votará uso opcional de código da operadora

Comissão do Senado votará uso opcional de código da operadora

Código CSP, usado para chamadas de longa distância, pode deixar de ser obrigatório.

A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) votará, na próxima terça-feira (21), o projeto que torna opcional o uso do código da operadora, também chamado de Código de Seleção da Prestadora (CSP), em chamadas de longa distância.


Se aprovado, o PLS 333/2012 permitirá que os usuários possam firmar um contrato com a operadora e eliminar a necessidade da discagem do código durante as chamadas. Códigos como 15, 21 e 41 só serão utilizados caso seja a preferência do consumidor mantê-los, conforme informa o Senado Notícias.


O senador Walter Pinheiro (PT-BA), autor do projeto, diz que o modelo atual adotado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) é insuficiente para assegurar a competição no setor de telefonia. Os dados da agência de 2011 mostraram que, no Brasil, quatro operadoras são responsáveis por 95% das chamadas, sendo que TIM e Embratel correspondiam a 75% das ligações em DDD.
Mas há quem discorde do projeto. O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), que quer a rejeição da proposta, acredita que a mudança exigiria medidas complexas que envolveriam aspectos técnicos e de regulação.
LEIA TAMBÉM:


Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários