Operação de televendas da Claro puxa aumento do número de clientes pós-pago

Para voltar a ser a segunda no ranking de telefonia móvel, a Claro decidiu apostar no televendas. A meta era ousada: conquistar 1 milhão de clientes e migrar 1,2 milhão para o pós-pago. Diante de tamanho desafio, a operadora passou de 2 para 10 parceiros e adotou o modelo de remuneração 100% variável. “Fomos para empresas médias, de 1 mil a 5 mil PAs, pois as grandes sentem maior dificuldade em trabalhar com esse tipo de remuneração”, afirmou Lincoln de Lima, gerente de vendas de consumo da Claro, no Meeting Televendas Weekend.

Lima também comentou sobre a importância do ROI. “Temos que mostrar às outras áreas da empresa que o televendas é um canal rentável. Assim como ele precisa ser rentável para o parceiro também”, alertou. Outro ponto destacado foi o trabalho constante com o mailing para criar novas oportunidades. “O contato, mesmo que negativo as vezes, pode gerar uma nova estratégia de abordagem.”

Como resultado dessas ações, foram feitos 26 milhões de discagens e 5,2 milhões de prospects. Além disso, o canal ativo passou a ser responsável por 70% das vendas. “Em 2011, adicionamos 33% a mais de clientes pós-pago do que a Tim”, comemorou Lima.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários