Entenda o motivo de ter nove dígitos no celular

Exemplo de como ficará o número com nove dígitos
A partir do dia 29 de julho de 2012, o seu celular vai mudar. Pelo menos é o que o comunicado da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) desta sexta-feira (27), publicado no Diário Oficial da União, diz. Os telefones móveis da área de registro 11 (São Paulo e cidades metropolitanas) terão um nono dígito, em especial o número nove à esquerda do prefixo. Na prática o número do celular ficará da seguinte forma 9xxxx-xxxx.
Segundo o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, em coletiva de imprensa nesta sexta (27), a medida colocará 90 milhões de novos códigos de acesso à disposição das operadoras na área de DDD 11. No fim de dezembro de 2011, eram 39,4 milhões de linhas móveis habilitadas nos 64 municípios da região e há necessidade de 342 mil novos números por mês.
Conforme o professor do departamento de Matemática do Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana) Fábio Gerab, é impossível dizer até quando a medida será eficaz, ainda mais se abrirem para outros algarismos serem utilizados como novo dígito, o que, segundo a Anatel, não irá acontecer. “Um dígito a mais em uma sequência, ainda mais se ele for livre e não apenas o nove, pode revolver o problema por um bom tempo, embora difícil de determinar”. Porém ele dúvida que a Anatel, mesmo que no futuro, abra para nove algarismos, pois há de ter distinção entre telefones fixos e móveis.
A medida será tomada para que a capacidade de habilitação de novos números possa ser ampliada. Gebab afirma que não há limites para a adição de dígitos, mas não há com o que se preocupar. “No dia a dia lidamos com códigos muito maiores, como números de ID ou de cartões de crédito”. As operadoras já poderão criar números novos com nove dígitos, sendo o primeiro sempre nove, já a partir do dia 29 de julho, segundo a Anatel, e claro, não repetindo os números existentes de telefonia móvel, ainda que haja a possibilidade de repetirem números de telefonia fixa e outros, por exemplo.
De acordo com o gerente da Anatel, responsável pelo acompanhamento e controle das obrigações de interconexão, Adeílson Evangelista, ainda há cerca de 4 milhões de números em estoque para a região, o que seria suficiente apenas para atender novos usuários por mais um ano e meio.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários