terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Cadastro de celulares roubados já foi aderido por 21 estados

O que você achou? 
Com a adesão de 80% das unidades da federação, Brasil fechou novembro com cerca de 8,9 milhões de celulares bloqueados.

Nesta terça-feira, 5, a Anatel divulgou que  21 estados, cerca de 80% do total, já aderiram ao Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (Cemi). Na comparação entre os meses de outubro e novembro, o crescimento no número de aparelhos bloqueados foi de 4,85%. 

O Cemi fechou o mês de novembro com cerca de 48,9 milhões de celulares impedidos. Com a maior adesão ao registro que serve para bloquear celulares roubados, se torna possível realizar o bloqueio em delegacias estaduais, sem a necessidade de acionar as operadoras. 


Apenas cinco estados brasileiros ainda não participam do sistema, são eles: Acre, Alagoas, Amapá, Maranhão e Pará. A área técnica da agência está buscando a adesão destes estados para que o cadastro passe a valer no país inteiro. 

Através do Cemi, os consumidores e também comerciantes, distribuidoras e fabricantes que tiverem celulares roubados podem acionar os órgãos de segurança para registrar o furto dos aparelhos.  

Segundo dados da ABRTelecom, que cuida da operação do serviço, 174,6 mil aparelhos já foram bloqueados através da solicitação dos órgãos de segurança. O Cemi reúne dados de aparelhos no Brasil e no exterior. No nosso país, existem cerca de 8,9 milhões de celulares bloqueados por usuários de operadoras brasileiras.  

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário