quarta-feira, 12 de junho de 2013

Bradesco reduz preço justo para Oi

O que você achou? 


Os analistas da Bradesco Corretora revisaram suas estimativas de preço justo para as ações da Oi, reduzindo o seu valor. O relatório, enviado a clientes da corretora, é assinado pelo analista José Cataldo, de Telecomunicações.

O analista reduziu de R$ 8,60 para R$ 7,00 sua estimativa de preço para as ações preferenciais da Oi no fim de 2013. Quanto às ações ordinárias, o preço justo estimado caiu de R$ 10,30 para R$ 8,40.

Essas reduções, segundo o analista, levam em conta uma postura mais conservadora com relação à geração operacional de caixa em 2013, além de um maior consumo de caixa com capital de giro nos próximos anos. Cataldo estima ainda que o pagamento de dividendos previsto pela empresa até 2015 não será atingido.

Para os próximos anos, contudo, as perspectivas para a Oi são melhores, sobretudo com o novo presidente, Zeinal Bava, anunciado na semana passada. “A nomeação de Bava foi a melhor escolha pois, além de ser um executivo respeitado e experiente no setor de telecomunicações, ele está familiarizado com os desafios e oportunidades da Oi”, aponta o relatório.

De acordo com o analista, Bava deve ajudar a Oi a priorizar suas necessidades de investimento, reduzir a dívida e dividendos.