24/02/2024

Bradesco testa internet da Starlink em agência no Rio de Janeiro

Segundo o banco, os resultados têm sido ‘muito satisfatórios’, e cogita expandir para outras unidades em áreas remotas; saiba mais.

Assim como o Itaú Unibanco, o Bradesco também está colocando internet 5G em agências bancárias e passou a usar a conectividade via satélite de baixa órbita terrestre da Starlink. O piloto do serviço prestado pela empresa de Elon Musk, está sendo testado em uma filial no interior do estado do Rio de Janeiro.

Segundo o banco, os resultados têm sido “muito satisfatórios”, e cogita expandir o atendimento para outras unidades em áreas remotas, a exemplo do arquipélago de Fernando de Noronha, que até então, conta com conectividade via satélites de órbita média ou geoestacionária.

A novidade foi revelada pelo CIO Edilson Reis, em evento da Oracle em São Paulo, que também falou que a instituição financeira está explorando o uso de Inteligência Artificial generativa, como o ChatGPT, para algumas de suas operações internas e de front-end.

“A IA faz parte do nosso DNA. Como você disse, desde 2016 temos BIA [o chatbot da IBM baseado em Watson]. O trabalho que estamos fazendo agora explorando a IA generativa me surpreendeu bastante”, disse Reis, em resposta a uma pergunta da BNamericas.

O executivo disse que os primeiros casos de uso interno do Bradesco com IA avançada estão relacionados à área de atendimento, e que os primeiros insights indicam que a área se tornou seis vezes mais eficiente quando as tecnologias de linguagem natural foram aplicadas.

O Bradesco também está começando a usar a IA generativa para open finance, que é o sistema transparente de dados de clientes compartilhados entre os bancos, com o consentimento dos clientes, para atrair a concorrência e reduzir os custos. “Comparado com o modelo tradicional, a curva de aprendizado [AI] foi exponencial a um nível que eu nunca tinha visto, apesar de ter muitos anos em tecnologia”, disse ele.

No segmento de Nuvem, o banco também está diversificando os serviços conforme cada tipo de aplicação. “Nossa estratégia é multinuvem. Temos uma variedade de cargas de trabalho em execução em diferentes provedores”, disse Reis.

Por exemplo, o banco digital Next, que é do Bradesco, usa o serviço de nuvem da Azure, da Microsoft, enquanto que as contas digitais Digio e Bits rondam na Amazon Web Services (AWS). A unidade de seguros Bradesco Seguros opera 100% na nuvem Oracle.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários