sábado, 20 de abril de 2013

Oi inaugura loja conceito no Rio de Janeiro. Conheça as novidades

O que você achou? 
O consumidor brasileiro, cada vez mais ligado em inovações, tem desafiado as empresas a investirem em diferentes formas de atendê-lo. É o caso da Oi. A operadora inaugurou sua primeira loja-conceito no Rio de Janeiro, localizada no Shopping Leblon, na zona sul da cidade. "Este lançamento faz parte de um plano que iremos desenvolver em quatro anos. Um dos principais pilares deste projeto é a busca por clientes de alto valor. Nossa ideia é que todas as lojas e franquias tenham este formato", explica Bernardo Winik, diretor de Vendas e Varejo da Oi.

Criada pela Mobbit System, empresa especializada em desenvolver soluções tecnológicas, a loja high tech foi concebida para os clientes interagirem, experimentarem e simularem as ofertas e produtos da operadora. "Nossa proposta ao criar uma loja high tech é potencializar a venda, reduzir os custos e tirar tudo que há de papel na loja. Todas as informações de serviços ou dúvidas são enviadas por e-mail para o cliente", explica Pedro Gameiro, country manager da Mobbit no Brasil.


Com inspiração em um loft, a loja high tech da Oi tem sete ambientes. O primeiro é uma mesa top central, que reage ao toque. Nela, vários clientes poderão interagir ao mesmo tempo e saber dos serviços da Oi, os celulares oferecidos, vídeos e pequenos tutoriais, como por exemplo, o de como tirar uma foto com flash de um smartphone.

Na área de conversão, o consumidor pode conhecer as características do portfólio e dos celulares oferecidos pela Oi, por meio de quatro telas touch screen. Nesta mesma estação também é possível fazer simulações para descobrir qual é o plano para o cliente, segundo o seu perfil de consumo. "São uma série de perguntas, como o que ele procura, se quer 3G, internet em casa, entre outras. No final, indicamos qual é o plano ideal para o cliente", disse Carlos Santos, diretor técnico da Mobbit.


Na área de interação, o cliente pode desfrutar os aplicativos Oi, ouvir a rádio Oi FM, assistir trecho de vídeos e escutar mais de 18 milhões de músicas disponíveis no Rdio, serviço de streaming de música da Oi em parceria com a empresa americana.

Além das estações de venda e caixa, há um lounge para assistir a programação da Oi TV e também uma área informal, denominada Bistrô, onde os clientes esperam o atendimento.


Desde o projeto inicial até a abertura da loja foram necessários nove meses.

Este é o segundo projeto de loja high tech criado pela Mobbit para a Oi. O primeiro foi inaugurado no final de 2012, no Shopping Iguatemi, em São Paulo. "Devemos lançar até o final do ano mais uma loja desta em Brasília", conta Winik.

No entanto, a Mobbit já é referência neste mercado e criou mais de 30 lojas deste tipo. Na sua lista de clientes estão todas as da Portugal Telecom, da Unitel e as lojas-conceito da Vivo. "Até o final do ano, vamos desenvolver uma loja-conceito para Magazine Luiza e temos um projeto com a Ambev, que ainda não pode ser revelado", conta Gameiro. Segundo o executivo, uma loja como a da Oi precisou de nove meses para sua criação: desde o projeto inicial até a abertura.