sábado, 27 de abril de 2013

Como o 4G pode melhorar o 3G?

O que você achou? 


A rede 3G brasileira está longe de ser o sonho dos consumidores. Não à toa, as operadoras são alvos de tantas reclamações do Procon. Não é de estranhar a desconfiança do público sobre o 4G, que aos poucos vai chegando às principais capitais brasileiras.

A nova rede está sendo implantada como uma exigência da Anatel para a Copa do Mundo. Alguns apontam uma decisão precipitada em apostar em uma nova tecnologia sem nem ao menos amadurecer o 3G. As operadoras, no entanto, têm uma visão diferenciada: o 4G melhorará o 3G, elas acreditam.

A primeira mudança já havia sido prevista pelo ministro das comunicações Paulo Bernardo. Segundo ele, a implantação do 4G fará que com que muitos usuários abandonem a rede 3G, deixando-a menos congestionada, já que uma não depende da outra. As operadoras compartilham esta visão. O outro aspecto tem a ver com infraestrutura.

A Oi, por exemplo, afirma que os R$ 800 milhões investidos por ela na implantação do 4G no Brasil deverão trazer reflexos positivos para quem utiliza a internet de terceira geração. Segundo o diretor de operações da empresa, James Meaney, o processo também envolve a ampliação da área alcançada pelo 3G em cerca de 10 vezes.

Além disso, outras empresas também deverão seguir os passos da Oi, que afirmou que investirá no marketing sobre o 4G, de forma a incentivar os clientes que hoje assinam os planos 3G a migrarem para a nova rede.