24/07/2024

De graça e com anúncios: Netflix está organizando um novo plano, diz agência

Netflix de graça parece ser a nova aposta do streaming do TuDum. A plataforma está preparando novidades comerciais.

Em breve, assistir Netflix sem pagar assinatura pode se tornar realidade, segundo a agência de notícias internacioal Bloomberg. A empresa de streaming estaria desenvolvendo um plano gratuito, onde usuários assistiriam a conteúdos com vários anúncios.

Este plano deve beneficiar especialmente usuários na Ásia e Europa, regiões onde a Netflix busca aumentar sua audiência. As informações vieram de executivos anônimos envolvidos no projeto.

A proposta é utilizar esses novos modelos de assinatura como uma estratégia de atração para os serviços da empresa. Ao fazer isso, a empresa também pode explorar o mercado publicitário dessas regiões. No entanto, ainda não está confirmado se o Brasil será incluído nessa iniciativa.

Essa abordagem transformaria a empresa em algo semelhante a um canal de TV aberta, onde a programação incluiria tanto conteúdos quanto comerciais. A diferença é que os conteúdos seriam sob demanda.

É exatamente isso que a Netflix está planejando. A empresa enxerga países como Alemanha e Japão, que já possuem um modelo forte de programação televisiva, como os mercados ideais para iniciar essa implementação, conforme relatado pela agência.

Em 2021, a Netflix introduziu um plano experimental no Quênia que permitia aos usuários acessar seu conteúdo gratuitamente, embora com algumas restrições específicas. Os usuários não podiam baixar conteúdos, transmitir a tela do celular para a TV ou utilizar o aplicativo em dispositivos que não fossem celulares Android. Este modelo de assinatura foi descontinuado no ano seguinte após seu lançamento inicial.

A Netflix ainda não confirmou em quais mercados o plano gratuito poderá ser oferecido nem as condições para acesso pelos usuários. Todas as informações foram repassada pela Bloomberg.

Sendo assim, também não há como saber ou “prevê” se essa atualização vai chegar ao Brasil também ou quando pode ser que chegue, já que nem mesmo o continente americano foi citado nas informações da agência de notícias.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários