18/06/2024

Unifique quer serviço móvel acima da média e cobrir milhões de pessoas com 5G

Atualmente, a empresa conta com o sinal ativo em quatro cidades, cobrindo 140 mil habitantes, mas quer atingir 3 milhões entre 2024 e 2025.

Durante conferência com analistas sobre os resultados financeiros da Unifique nesta quinta-feira (16), o diretor-presidente da companhia, Fabiano Busnardo, falou sobre os planos da operadora em relação a sua operação de banda larga fixa e serviço móvel 5G, e quer levar a mesma reputação da internet residencial para a telefonia celular.

Atualmente, o 5G da Unifique está ativo em quatro cidades, cujas populações somadas se aproximam de 140 mil habitantes. No entanto, a empresa quer estender sua cobertura para uma área de 3 milhões de pessoas com sua rede própria entre 2024 e 2025, cujo processo deve ser acelerado a partir de junho. “Esperamos, a partir de junho, começar a ter uma aceleração no lançamento de cidades”, ressaltou o executivo.

Busnardo contou que quer e oferece um serviço acima da média do que está posto. “Estamos aprimorando o treinamento das forças de vendas e a cobertura está ficando excepcional“.

“Posso assegurar que o serviço que a Unifique vai oferecer será muito acima da média do que está posto, e com o tempo teremos o mesmo reconhecimento e reputação da fibra no segmento móvel, sendo player muito competitivo e relevante”, prometeu o empresário que comanda a Unifique.

Conforme o balanço financeiro, a Unifique terminou o mês de março com 12,6 mil clientes de telefonia móvel ativos, mas Busnardo revelou números mais recentes, que contabilizam um “pouco mais de 20 mil assinantes”. Segundo a empresa, 75% das vendas do serviço de telefonia são feitas em combos com a internet banda larga fixa.

Ele contou que fechou um contrato com um fornecedor de chips para acelerar a venda do serviço móvel de forma avulsa. Ou seja, sem precisar estar atrelado a um plano de banda larga. “Agora, estamos mais focados no combo, mas vão nascer novos pacotes, porque queremos acelerar a venda do móvel por si só”, ressaltou o diretor-presidente.

A Unifique tem buscado alternativas para acelerar a aquisição do seu serviço 5G, mas tem tido cautela em relação a promoções agressivas. O executivo diz que essa seria uma opção para ampliar a base de assinantes, mas há o receio pois pode impactar as margens financeiras da companhia a longo prazo. Além disso, tem buscado parceiros fora do país para ofertar roaming internacional a seus clientes.

“Queremos disponibilizar isso no chip da Unifique para que o cliente possa ter a comodidade de viajar para os principais países do mundo”, indicou.

Banda Larga

No serviço fixo, a Unifique destacou um avanço no combate ao churn, à inadimplência e receita média por usuário (ARPU). A meta é manter 3,5 mil novos assinantes ao mês, sendo que os últimos meses eles vieram na casa dos 2 mil. “Até melhorou um pouco em relação ao ano passado“, afirmou Busnardo, reiterando que a telefonia móvel também pode ser indutor de maior crescimento no principal negócio.

Após a aquisição da Vex, a empresa integrou 28 mil clientes em sua base. Quanto a sua infraestrutura de fibra óptica, a operadora “reduziu significativamente a construção de portas [para redes FTTH]. Fizemos 12,7 mil portas orgânicas no primeiro trimestre de 2023, em um redução de 88% frente às 111 mil portas do primeiro trimestre de 2023“, afirmou o CFO Jose Wilson Souza Junior.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários