30/05/2024

Dona do Google supera US$ 2 trilhões em valor de mercado pela 1ª vez em sua história

Marco faz a companhia se aproximar da Nvidia (US$ 2,19 trilhões), e passa a ser a quarta empresa pública mais valiosa do mundo.

A Alphabet, empresa proprietária do Google, pela primeira vez na sua história, atingiu a marca de US$ 2 trilhões (aproximadamente R$ 10,2 trilhões) em valor de mercado. Com isso, a companhia passa a fazer parte de um rol de poucas empresas que já atingiram a marca: Microsoft, Apple e Nvidia, além da petrolífera Saudi Aramco.

Avishek Das—SOPA Images/LightRocket/Getty Image

Esse marco é resultado das ações de companhias que subiram 10,22% na última sexta-feira (26), um dia após a divulgação de seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2024, que superaram as expectativas dos analistas.

Ao atingir esse valor de mercado, a Alphabet se aproxima da Nvidia (US$ 2,19 trilhões), a principal fornecedora global de chips para Inteligência Artificial (IA), e passa a ser a quarta empresa pública mais valiosa do mundo. A Microsoft e a Apple são as líderes do ranking, valendo US$ 3,02 trilhões e US$ 2,61 trilhões, respectivamente.

Em seu balanço financeiro, a dona do Google também anunciou seu primeiro pagamento de dividendos, no valor de US$ 0,20 por ação. A empresa acrescentou que “pretende pagar dividendos em dinheiro trimestrais no futuro”. Esta é uma mudança simbólica de política, que anteriormente apenas utilizava recompras de ações.

Balanço financeiro

Na quinta-feira (25), a empresa reportou um lucro líquido de US$ 23,7 bilhões no primeiro trimestre de 2024, um aumento de 57% em relação aos US$ 15,1 bilhões no mesmo período do ano anterior. Os analistas esperavam que esse valor fosse de US$ 19,1 bilhões. O mesmo ocorreu com a receita que teve alta de 15%, chegando a US$ 80,5 bilhões, contra US$ 69,8 bilhões no ano anterior. No entanto, a expectativa era de que a Alphabet tivesse uma receita de US% 79 bilhões.

Segundo Sundar Pichai, CEO da Alphabet, o trimestre refletiu um “desempenho robusto do Search, YouTube e Cloud”. Ele também disse que o Google estava “bem encaminhado com nossa era Gemini”. Portanto, referindo-se ao seu modelo de linguagem de inteligência artificial generativa (LLM).

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários