23/02/2024

Alphabet quer levar internet para áreas remotas via lasers

Empresa vai usar uma máquina que transporta os dados usando láser, essencialmente internet de fibra óptica sem os cabos.

A Alphabet, controladora do Google, buscando expandir seus serviços de internet para áreas remotas, sendo que uma vez tentou levar conectividade usando balão de alta altitude na estratosfera, mas não foi para frente por causa dos altos custos, agora quer levar acesso à banda larga em regiões rurais usando lasers (feixes de luz).

O projeto Taara, que faz do laboratório de inovação da companhia chamado X, também apelidado de “Moonshot Factory”, foi iniciado em 2016, com as tentativas de usar os balões estratosféricos. Entretanto, as coisas estão progredindo melhor, disse Mahesh Krishnaswamy, que lidera o Taara.

Ao Reuters, os executivos do projeto e da Bharti Airtel, um dos maiores provedores de telecomunicações e internet da Índia, disseram que agora estão avançando para a implantação em larga escala da nova tecnologia de internet a laser no país.

Atualmente, o Taara leva conectividade para 13 países, incluindo Austrália, Quênia e Fiji, disse Krishnaswamy, acrescentando que fechou acordos com o Econet Group e sua subsidiária Liquid Telecom na África, o provedor de internet Bluetown na Índia e a Digicel em Ilhas do Pacífico.

“Estamos tentando ser um dos lugares mais baratos e acessíveis em dólares por gigabyte onde você poderá obter para os consumidores finais”, disse ele.

Krishnaswamy disse que teve uma epifania enquanto trabalhava no projeto fracassado de internet de balão Loon, que usava lasers para conectar dados entre balões e trouxe essa tecnologia para o solo. “Chamamos isso de compostagem moonshot”, disse Astro Teller, que lidera o X, onde é conhecido como “capitão dos moonshots“.

O diretor de tecnologia da Bharti Airtel, Randeep Sekhon, disse que a Taara também ajudará a fornecer serviços de internet mais rápidos em áreas urbanas de países desenvolvidos. Para ele, transmitir dados entre edifícios é mais barato do que enterrar cabos de fibra óptica.

Segundo Krishnaswamy, pela primeira vez neste verão, uma aldeia indiana receberá internet de alta velocidade. “Existem centenas de milhares dessas aldeias em toda a Índia”, disse ele. “Mal posso esperar para ver como essa tecnologia pode ser útil para colocar todas essas pessoas online”.

A máquina do Taara é do tamanho de semáforos que irradiam os feixes de luz que transportam os dados, essencialmente internet de fibra óptica sem os cabos. Os parceiros como a Airtel usam as máquinas para construir infraestrutura de comunicação em locais de difícil acesso.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários