24/02/2024

Como o mercado de telecomunicações se transformará em 2024?

Pesquisa britânica indica quais são as soluções que prometem transformar o cenário telecom no próximo ano; saiba detalhes.

Nos últimos anos, o setor de telecomunicações passou por muitas transformações, impulsionado inovações tecnológicas e promovendo mudanças no consumidor e na demandas dos consumidores e dos negócios. Com a chegada de 2024, uma série de tendências prometem transformar o cenário. Um relatório da consultoria britânica Juniper Research aponta os pontos-chaves do setor para este ano.

O avanço da tecnologia 5G, a evolução das mensagens, a disrupção da inteligência artificial (IA) e a inovação na sustentabilidade são os quatro temas-chave que guiarão as tendências vigentes no ecossistema de telecomunicações durante o próximo ano, segundo consultoria.

O CEO da Allcom Telecom, dona do maior banco de conexões Máquina a Máquina (M2M) e Internet das Coisas (IoT) para empresas no Brasil e na América Latina, Marcio Fabozi, destaca que esses assuntos vão também afetar o segmento do setor no Brasil, em especial o corporativo (B2B).

“À medida que essas transformações se desenrolam, as empresas do setor Telecom devem estar preparadas para abraçar a inovação e propiciar isso para seus parceiros, investindo em tecnologias emergentes e, acima de tudo, atendendo às crescentes expectativas por conectividade rápida, confiável e inovadora”, afirma o CEO.

Outro ponto que Fabozi destaca é o desligamento das redes 2G, que inclusive é um processo de transição que o mercado brasileiro já iniciou, em vista que ocorre o avanço do 5G no país. “A segunda geração é uma tecnologia ultrapassada e já em descontinuação para o 4G, sendo este LTE, CAT-M ou NB-IOT. Mercados M2M, como o de rastreamento, segurança, meios de pagamentos, telemetria e gerenciamento de frotas, entre outros, terão um grande impacto”, afirma Fabozi.

Em relação às tendências do setor de telecomunicações que são esperados para este ano de 2024, o executivo aponta a aceleração do lançamento de satélites, promovendo a integração das redes celulares, fixas e via satélite; maior uso de APIs abertas nas telecomunicações; utilização da IA generativa; dispositivos SIM integrados; interoperabilidade entre plataformas; crescimento do tráfego de roaming 5G; Priorização de iniciativas sustentáveis; revolução das capacidades dos voicebox; redes 5G Advanced e implementação de IA em toda a rede

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários