Telefônica revela impacto do coronavírus nos resultados da Vivo

Para o futuro, empresa destaca que quer totalizar 14 milhões de residências com pontos de acesso para a fibra óptica.

Divulgação Telefônica
Imagem: Divulgação Telefônica

A Telefônica, controladora da Vivo (VIVT3 / VIVT4), iniciou a quarta-feira já com a divulgação dos seus resultados financeiros referentes ao segundo trimestre de 2020. Para a empresa, foi um período atípico por conta da pandemia do novo coronavírus.

As novas adições para o pós-pago no segmento móvel seguem afetadas, mas a diminuição reduziu no mês de junho, graças ao retorno das lojas, que reabriram com a flexibilização da quarentena.


Foram 608 mil acessos perdidos no pós e 267 mil ganhos no pré-pago.

Um grande impacto na receita móvel da operadora foi também a queda na venda de smartphones, mas a recuperação da receita oriunda das recargas pré-pagas surgiu logo em junho.

A Receita do Serviço Móvel teve redução de 1,5% no segundo trimestre. Já na comparação com os períodos anteriores, a trajetória foi interrompida pela pandemia.

Mas, para compensar, o crescimento da rede de FTTH continua expressivo com as contratações do serviço de banda larga e IPTV via fibra óptica. A Telefônica destaca uma receita de R$ 709 milhões com a internet fixa.

VIU ISSO?

–> Vivo é a 2ª maior receita da Telefônica mundo afora

–> Lucro da Telefônica Vivo cai 9,9% com norma contábil

–> Telefônica Brasil nomeia mais uma mulher para o Conselho

Já a TV por assinatura pela mesma rede alcançou R$ 265 milhões e representa um total de 65% das receitas de TV.

Junto com outros negócios fixos que também crescem de forma contínua, como Dados Corporativos e TIC, equivalem a 56,9% da receita fixa.

A pandemia obviamente gerou também uma redução nas atividades comerciais, o que significou menos despesas para a companhia. Com isso, os custos operacionais reduziram 5,9%.

No geral, a Telefônica viu seu Lucro Líquido reduzir em 21,6%, por conta dos maiores gastos com depreciação e impostos.

O Resultado Financeiro gerou despesa de R$ 75 milhões, número inferior no comparativo anual, já que em 2019 o registro de R$ 241 milhões. Já o Fluxo de Caixa cresceu 24,9%.

Com informações de Relações com Investidores Telefônica Brasil

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais votado
mais novo mais antigo
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Hanry Carvalho

O grande problema é a ineficiência das operadoras. Moro em Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo, porém a Vivo não tem disponibilidade de fibra ótica na cidade onde resido e não há nenhuma outra das consideradas grandes operadoras que estejam presentes na minha cidade, aí o que me resta é contratar uma operadora de fibra óptica local, em que o serviço é ruim, com quedas constantes e pouca estabilidade de conexão. A Vivo ainda continua com os cabos metálicos da época da Telesp e só oferece 4 Gigas e fixo, sem TV por assinatura, alegando que não comercializam mais… Leia mais »

Cidade - UF
Carapicuíba-SP