05/04/2024

R$ 154 milhões do novo PAC serão para expansão da TV Digital

Novo PAC vai destinar fundo financeiro para diversas divisões do setor de comunicações, entre eles para expanção da TV Digital.

O novo Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) está em curso, direcionando um montante de R$ 154 milhões para aprimorar a infraestrutura destinada a fornecer programação de TV de alta qualidade em formato digital para a população brasileira, segundo o Ministério das Comunicações (MCom).

TV Digital

Esse empreendimento tem como foco 250 municípios do Brasil que enfrentam uma limitada disponibilidade de canais digitais. Essa iniciativa, conhecida como Programa Digitaliza Brasil, é promovida pelo MCom e já beneficia 1,2 mil cidades por meio de transmissões com áudio e imagem de qualidade.

O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, enfatizou que tornar a infraestrutura de transmissão mais sustentável durante a migração da TV Analógica para a TV Digital representou um desafio de grande envergadura.

Ele detalhou que a jornada até alcançar um modelo final mais sustentável e economicamente viável envolveu a implementação de projetos-pilotos. O Programa Digitaliza Brasil emerge como um veículo que possibilitou a execução dessa infraestrutura em larga escala.

“Foram executados projetos-pilotos até chegar em um modelo final, mais sustentável e econômico, e com o Digitaliza Brasil foi possível implementar essa infraestrutura em alta escala. Ainda temos municípios desassistidos, mas com o Novo PAC vamos atendê-los com mais rapidez, levando programação de televisão gratuita e com qualidade digital para os brasileiros”.

O investimento proveniente do Novo PAC canalizará esforços significativos para a região Nordeste do Brasil, onde 115 municípios serão agraciados com a instalação da infraestrutura de transmissão digital. Em sequência, a região Norte será contemplada com essa melhoria em 65 cidades, seguida pelas regiões Centro-Oeste e Sul, com 25 municípios cada, e pela região Sudeste, onde 20 infraestruturas serão instaladas.

Nos casos em que a utilização da infraestrutura já existente não for viável, será adquirido um transmissor de TV Digital e toda a infraestrutura necessária, incluindo contêineres, torres e antenas, será implementada para assegurar a qualidade das transmissões.

As emissoras de televisão e rádio financiadas pelo governo têm planos de expandir sua cobertura para áreas onde atualmente não têm presença. Isso deve resultar em um fortalecimento e ampliação da transmissão de conteúdo estatal e educativo.

Paralelamente, as emissoras de propriedade privada terão a oportunidade de usar essa nova infraestrutura compartilhada, o que contribuirá para aumentar a variedade de programas disponíveis gratuitamente para o público. Isso significa que haverá mais opções de conteúdo diversificado disponível para as pessoas sintonizarem sem nenhum custo.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários