23/02/2024

Claro cresce sua receita líquida no 2T23, mas não revela lucro

Segundo a operadora, o trimestre em questão alcançou R$ 11,3 bilhões de receita líquida, uma alta de 7,5% no comparativo anual.

Na noite desta terça-feira (11), a Claro divulgou seus resultados financeiros referente ao segundo trimestre do ano, onde registrou uma receita líquida de R$ 11,34 bilhões, crescimento de 7,5% ante o mesmo período de 2022, que teve faturamento de R$ 10,55 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) totalizou R$ 4,79 bilhões no trimestre, alta anual de 10%. A margem de Ebitda também avançou no período, passando de 41,3% para 42,3%. O lucro líquido não foi divulgado.

Entre abril e junho, a Claro avançou na receita de serviços móveis com aumento de 12,6% (alcançou R$ 5,94 bilhões) e aumento de 6,5% na receita média por usuário (Arpu). O faturamento na receita fixa teve queda de 1%, alcançando R$ 4,94 bilhões. A empresa informou que a base de assinantes do serviço de internet fixa cresceu pelo terceiro trimestre consecutivo, com 44,7 mil adições no segundo trimestre.

O serviço de banda larga fixa residencial, sozinha, cresceu 8% no trimestre no comparativo anual, com destaque para os avanços em conexões de alta velocidade. base de pós-pago na comparação com igual período do ano anterior, adicionando 5,4 milhões de clientes em um ano, impulsionada pela liderança de portabilidade de linhas.

Operacional

A Claro fechou o segundo trimestre com 83,7 milhões de clientes móveis, sendo 48,6 milhões pós-pagos, alta de 1,1% no ano, o equivalente a 551 mil novos acessos em um ano, e 35,1 milhões, pré-pagos. No intervalo de 12 meses, houve o acréscimo de 829 mil linhas portadas, o que a mantém na liderança em portabilidade há quatro anos.

No que se refere ao 5G, a operadora lançou o serviço em 30 cidades. Em um ano de implementação da tecnologia no país, a Claro já ativou a rede em 107 municípios, com 7 milhões de aparelhos 5G em sua rede.

A base de assinante de banda larga fixa registrou um crescimento, com 44,7 mil adições líquidas positivas, crescendo pelo terceiro trimestre consecutivo. Com isso, segue liderando o mercado com 21,5% de participação em maio deste ano.

A Claro encerrou o 2T23 com 9,9 milhões de domicílios com sua rede de fibra óptica Fiber To The Home (FTTH), que está presente em 423 cidades, sendo 29 lançadas no trimestre. Na TV por assinatura, a empresa destacou que mantém a liderança do mercado, com 44,3% de participação.

Segundo o relatório financeiro, houve crescimento anual de 5,5% com plataformas de TI e de 9,8% com plataformas de mobilidade, além de alta no gerenciamento de redes (38,3%), segurança (17,7%), data center (18,2%), telemetria (14,3%), banda larga (11,4%) e móvel pós-pago (8,3%). A Claro também destacou um aumento da aposta em estratégia multicloud e parceria recente com a Amazon Web Service.

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários