11/04/2024

YouTube lança anúncios mais longos e sem opção de pular em app de TVs

Segundo a empresa, aqueles que usam o aplicativo pela televisão ficarão expostos a anúncios de 30 segundos e que não poderão ser pulados.

Durante o evento YouTube Brandcast em Nova York, Estados Unidos, o YouTube anunciou algumas mudanças na exibição de publicidade nos aplicativos das Smart TVs. Uma delas é que na televisão, o app passará a ter anúncios de 30 segundos que não poderão ser pulados. Somente assinantes do plano Premium ficarão livres das propagandas.

Inicialmente, as propagandas publicitárias obrigatórias serão inseridas somente em vídeos do YouTube Select, que são aqueles mais vistos segundo os dados obtidos pela plataforma de vídeo. A novidade também será inserida nas tv sticks e media centers, como Fire TV Stick e Chromecast com Google TV.

A outra mudança se trata de uma modalidade de exibição de anúncios. Ao assistir ao conteúdo no YouTube pela TV, quando o usuário pausar o vídeo, a janela de transmissão será automaticamente minimizada e passará a exibir uma propaganda ao lado, sem a opção de pular.

De acordo com a plataforma de vídeo, as novas modalidades de anúncios, especialmente os que aparecerão na tela pausada, passa a ser uma abertura com que as empresas cheguem aos consumidores de forma discreta e sem incomodar os telespectadores.

Quanto às mudanças serem apenas nas smart TVs e media centers, a empresa explica que é um espaço onde o público costuma assistir vídeos mais longos, o que os tornam mais dispostos a aceitar anúncios com este tempo e formato. Ou seja, essa modalidade não deve ser disponibilizada para versão do aplicativo em dispositivos móveis, como smartphones e tablets, cujo consumo de vídeos curtos é mais proeminente.

De acordo com o blog oficial do YouTube, o anúncio de 30 segundos vem para substituir os dois de 15 segundos que eram exibidos até então. Essa decisão está de acordo com as preferências da audiência da plataforma em telas grandes, mas sem apresentar números factíveis de pesquisa.

Ainda segundo o blog, as produções do YouTube Select são responsáveis por 70% das impressões de vídeos por streaming em televisores na América do Norte. Um relatório da Nielsen Gauge aponta que a plataforma é assistida em mais de 150 milhões de TVs nos Estados Unidos, sendo o segundo streaming mais visto no país.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários