InícioEconomia e NegóciosPossível privatização impulsiona ações da Telebras

Possível privatização impulsiona ações da Telebras

Empresa foi citada pelo ministro da Economia como parte das privatizações do governo.

Antena da Telebras em Brumadinho (Minas Gerais). Foto: Divulgação Instagram
Antena da Telebras em Brumadinho (Minas Gerais). Foto: Divulgação Instagram

As expectativas estão altas na bolsa. O principal motivo é a divulgação da lista de 17 estatais que serão privatizadas pelo Governo Federal. A informação foi confirmada por Paulo Guedes, ministro da Economia, que mencionou os Correios e a Telebras como parte dessa iniciativa do governo.

“As coisas estão acontecendo devagarzinho, vai uma BR Distribuidora aqui, daqui a pouco vem uma Eletrobras, uma Telebras, daqui a pouco vem também os Correios, está tudo na lista. Amanhã deve ser anunciado umas 17 empresas só para completar o ano. Ano que vem tem mais”, afirmou Paulo Guedes em um evento realizado pela Valor Econômico.

Com a declaração, as ações da empresa foram impulsionadas. Até às 10h18 da manhã desta quarta-feira, 21, uma alta acima de 40% foi registrada. Às 11h45, os papéis já estavam em R$ 30,20.

Segundo especulações, as outras empresas que devem compor a lista do Governo Federal são: Emgea, ABGF, Serpro, Dataprev, Casa da Moeda, Ceagesp, Ceasaminas, CBTU, Trensurb, Codesa, EBC, Ceitec, Lotex e Codesp.

VIU ISSO?
Privatização dos Correios é anunciada
Governo aprova parceria entre Viasat e Telebras
Governo inclui Telebras no orçamento do MCTIC


Paulo Guedes afirma que a meta de arrecadação com privatizações foi atingida em agosto. O valor é de R$ 80 bilhões, estipulado para todo o ano de 2019. O Governo Federal quer acelerar com o processo e acredita que vai surpreender.

O começo deve ser nos Correios, mas todos os processos ainda precisam do aval do Congresso, conforme foi determinado em junho desse ano pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A estatal brasileira Telebras é a responsável pela gestão do Plano Nacional de Banda Larga, assim como a infraestrutura de fibra ótica da Petrobras e Eletrobras. Em divulgação, a empresa declara que sua principal missão é fornecer soluções de telecomunicações seguras e com qualidade para desenvolvimento nacional e redução de desigualdades.

Os motivos da possível privatização da Telebras ainda não foram divulgados.

[Atualização – 21/08/2019, 14h40]

Em conversa com jornalistas nesta quarta-feira, 21, na saída do Palácio Guanabara, o presidente Jair Bolsonaro confirmou a presença da Telebras na lista estatais que serão privatizadas pelo governo.

Com informações do Poder 360, EXAME e InfoMoney

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários