21/02/2024

Telebras anuncia o novo diretor-presidente da empresa; saiba quem é

Posição pertence a Jarbas José Valente, nomeado em janeiro de 2021 pelo governo Bolsonaro, que ficará no cargo até a posse do novo comando.

Nesta segunda-feira (15), a Telebras anunciou que seu conselho de administração elegeu Frederico de Siqueira Filho como novo diretor-presidente da companhia, que atuou nos últimos cinco anos como diretor de vendas corporativas na Oi Soluções. O executivo ocupa o lugar de Jarbas José Valente, nomeado em janeiro de 2021 pelo governo Bolsonaro.

De acordo com comunicado, o Conselho de Administração informou que Jarbas José Valente ficará exercendo o cargo até a posse de Frederico de Siqueira Filho, que também já passou pela gerência e diretoria de Relações Institucionais da Oi S.A. Filho é graduado em engenharia civil pela Universidade de Pernambuco e possui em seu currículo MBA pela Fundação Getúlio Vargas, além de outros cursos e atividades acadêmicas extracurriculares.

A Telebras, que saiu do processo de estatatização agora no atual Governo Lula, terá a missão de cuidar da rede privada do governo Federal, sendo que uma das primeiras missões do novo diretor-presidente será definir como funcionará a rede, que contará com uma rede móvel 4G no Distrito Federal, mas preparada para o 5G standalone, e 27 redes fixas nas capitais brasileiras.

Frederico de Siqueira Filho

Balanço financeiro do 1º trimestre de 2023

De acordo com a empresa, a Telebras registrou uma receita operacional líquida de R$ 97,1 milhões, representando uma alta de 36,4% em relação ao mesmo período de 2022, que foi de R$ 71,2 milhões. Em relação ao quarto trimestre de 2022, a alta foi de 7,4%, onde registrou R$ 90,4 milhões.

O Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) apresentou uma receita com alta de 3,59% em relação ao 1 trimestre do ano anterior, que segundo a empresa foi explicado pelo aumento dos circuitos/pontos vinculados à geração de receita; o crescimento da banda larga faturada no período; e pelo efeito reajustes dos contratos no decorrer do exercício de 2022.

Os Custos e Despesas Operacionais (Exceto Depreciação e Amortização) totalizaram R$ 104,5 milhões no 1T23, alta de 19,1% na comparação com o mesmo período de 2022,que foi de R$ 87,7 milhões.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários