23/06/2024

MCom anuncia novas tarifas para os Correios; Governo Federal aprova

Estatal que é regida pelo ministério das Comunicações, os Correios, anunciou alguns reajustes tarifários para esse ano.

Os Correios passará por aumento de tarifa que já foi autorizado pelo Governo Federal. O reajuste foi de 5,5% nas para o envio de cartas e telegramas nacionais e internacionais foi liberado pelo Ministério das Comunicações, o MCom

Correios

A autorização entrou em vigor e foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira. Conforme informado pelo governo, o acréscimo será baseado na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) entre os meses de janeiro e dezembro de 2022, com o fator de produtividade subtraído. Vale ressaltar que o último ajuste desses serviços foi realizado em maio do ano passado.

O valor para o envio de uma carta nacional com peso de até 20g subiu de R$2,35 para R$2,45. Para cartas com peso entre 450g e 500g, o preço aumentou de R$12,55 para R$13,25. O envio de um telegrama nacional também ficou mais caro, passando de R$14,13 para R$14,90.

As tarifas para envio de cartas para o exterior variam de R$2 a R$3, dependendo do país de destino e do peso do pacote.

O aumento nas tarifas é uma medida adotada pelos Correios para acompanhar a inflação e garantir a qualidade dos serviços prestados. A empresa oferece serviços essenciais, incluindo envio de correspondências, encomendas e documentos importantes.

A elevação das tarifas postais pode impactar o orçamento dos consumidores, especialmente daqueles que dependem frequentemente do envio de correspondências. Contudo, é crucial lembrar que os Correios são uma entidade pública que precisa manter a estabilidade financeira para sustentar a prestação de serviços de qualidade à população brasileira.

Com o aumento de preços, é esperado que os Correios possam preservar a eficiência e qualidade dos serviços, mantendo a confiança dos seus clientes e assegurando a rapidez e segurança no envio de correspondências em todas as regiões do país.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários