21/07/2024

Vivo faz acordo com a Winity e contrata rede em 700 MHz

Contrato entre as duas empresas será para expandir a cobertura 4G em rodovias e localidades que ainda não são atendidas pela rede.

Por meio de comunicado ao mercado, a Telefônica Brasil (Vivo) anunciou que fechou negócio com a operadora de infraestrutura Winity para compartilhamento recíproco de elementos de rede. Com o contrato, a Vivo fica autorizada a utilizar a infraestrutura passiva da operadora para ampliar a cobertura de seus serviços móveis até 2030.

Além disso, de acordo com os termos, a Vivo alugará um bloco de 5 MHz + 5 MHz da caixa de espectro de 700 MHz, que foi arrematada pela Winity no leilão 5G do ano passado, onde a operadora poderá utilizar até 3,5 mil sites da Winity, com capacidade de atender aproximadamente 1,1 mil municípios brasileiros por até 20 anos.

“Esta transação, a partir de sua concretização, trará benefícios ao setor de telecomunicações brasileiro como um todo, em razão do potencial de viabilização de um modelo inovador de negócios no mercado de atacado, que contribuirá para ampliar a qualidade e acessibilidade do serviço móvel no País”, afirmou a Vivo, ao divulgar o acordo.

No sentido contrário, a atacadista móvel assinou com a Vivo um contrato de roaming, que poderá evoluir para RAN Sharing em “em função do tráfego cursado”. Em seu próprio comunicado, a Winity explicou que “terá acesso à infraestrutura existente da Vivo e a combinará com a que irá construir“, sinalizando foco em rodovias e localidades sem cobertura 4G, que é uma obrigação assumida no leilão.

“Estamos implantando um modelo inovador de operadora móvel de atacado de forma associativa com toda a indústria de telecomunicações. Construímos as soluções com nossos clientes, que terão a Winity como um parceiro para expandir cobertura e capacidade de suas redes de forma eficiente”, apontou o CEO da Winity, Sergio Bekeierman, no comunicado divulgado pela operadora de infraestrutura.

Com os acordos, a atacadista terá acesso à infraestrutura existente da Vivo e irá combinar com o que irá construir. Já a Vivo irá instalar equipamento em site construído pela Winity e levará serviço para trechos de rodovias e localidades que ainda não constam com cobertura 4G. No leilão, a Winity comrpou o espectro na faixa de 700 MHz, usada para o 4G no Brasil, por mais de R$ 1,4 bilhão, com o objetivo de explorá-lo como atacadista.

A transação entre as duas operadoras ainda precisa ser avaliada pelos órgãos regulatórios, como a Anatel e o Cade. O valor do negócio não foi revelado pelas empresas.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários