Planos da Claro terão preço reduzido após nova regulamentação do ICMS

Presidente da Claro afirma que após redução do ICMS, operadora repassa para seus clientes serviços digitais mais sofisticados.

O presidente da Claro, José Félix, informou durante o Congresso Painel Telebrasil 2022, que a operadora fará o repasse de toda a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), para seus clientes no estado de São Paulo. Segundo o presidente, com a queda nas taxas, os consumidores terão a oportunidade de consumir serviços digitais mais sofisticados.

Até o momento, a redução para empresas de telecomunicações aconteceu em dois estados, São Paulo e Goiás. O feito foi anunciado por seus representantes governamentais nesta última segunda-feira, 23, apoiados na sanção presidencial para a Lei Complementar n° 194, que veda a fixação de alíquotas para combustíveis, gás natural, energia elétrica e transporte coletivo por tratar os serviços como essenciais.

Com a lei em vigor e o imposto reduzido, Félix afirma que é um direito do consumidor receber o valor pago por ele mesmo em impostos. Com isso poderá consumir serviços digitais mais aprimorados. No entanto, o presidente afirma que o cenário ainda é confuso e que por isso ainda não sabe quando será iniciada a medida.

“Os sistemas legados de telecom são muito poderosos em relação à segurança, e, por isso, com uma complexidade grande para serem alterados”, explicou o presidente.

Os governadores de São Paulo e Goiás alertam para problemas nos cofres dos Estados com a alteração sobre o ICMS, que fixa alíquota máxima de imposto em 18%. De acordo com Rodrigo Garcia, governador de São Paulo, a nova medida apresenta uma redução em cerca de R$ 4,4 bilhões na arrecadação do Estado. Já em Goiás, R$ 3 bilhões, segundo Ronaldo Caiado.

O executivo da operadora ainda afirmou durante o evento que a Claro já está pronta para fazer uso da tecnologia 5G com frequência de 3,5 GHz, e que a novidade chegará em breve em Brasília. Entretanto, apontou que de início a nova tecnologia não terá todo o seu potencial devido a inexistência de aplicações no mercado brasileiro para intensificar o seu uso.

O 5G tem maior capacidade em compartilhar informação, com um alto volume de transmissão de dados. O presidente afirma que a tecnologia é capaz de criar múltiplas conexões de forma simultânea. Ele explica que ”O 5G traz mais throughput,  mais velocidade e mais qualidade, mas para algumas aplicações como acesso a web, ou streaming de vídeo e  áudio, o que se tem hoje já se performa de acordo. O usuário terá mais rapidez nos downloads“.

Caio Bezerra
Caio Bezerra
Jornalista, redator, social media e fotógrafo. Graduando da UMESP (Universidade Metodista de São Paulo).

2 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
2
0
O que você acha? Comente!x