03/07/2022

Donald Trump pretende lançar seu próprio serviço de streaming

Por meio da Trump Media and Technology Group, o ex-presidente dos EUA quer exibir programas que foram 'cancelados' em outras plataformas.

Depois de lançar a sua própria rede social, réplica do Twitter, a “Truth Social”, por meio de sua empresa Trump Media and Technology Group (TMTG), Donald Trump planeja lançar seu próprio serviço de streaming. “A TMTG pretende licenciar, produzir e entregar notícias, esportes e conteúdo de entretenimento não acordado por meio desta plataforma”, afirma a companhia.

A notícia foi divulgada pelo portal Hollywood Reporter, que é liderado pelo CEO Devin Nunes, e revelou informações contidas em um arquivo de nome S-1. De acordo com o documento, o TMTG+ pretende lançar e transmitir os mais diversos tipos de programas.

“O TMTG+ pretende oferecer programas que incluem, mas não se limitam a, comédia de colarinho azul, shows cancelados, programação específica de Trump, shows religiosos, entretenimento familiar, shows que adotam a Segunda Emenda e notícias”, diz o documento.

Entretanto, foram encontradas contradições no documento, onde dizia que “Embora semelhante à Netflix, Disney + e outras ofertas atuais, a TMTG pretende produzir ou adquirir entretenimento simplesmente por entretenimento… TMTG não censurará os criadores de entretenimento para TMTG+, nem insiste que sua programação impulsione alguma ideologia política particular”.

Em outra seção do arquivo, a empresa afirma que fornecerá uma plataforma para visões conservadoras e/ou libertárias, além de conteúdos que foram cancelados em outras plataformas de transmissão, seja televisão ou streaming digital.

O serviço de streaming da empresa de Donald Trump está sendo chamado de TMTG+ (TMTG Plus) em apresentações de investidores e registros de títulos. No entanto, tem recebido menos atenção do que o clone do Twitter, Truth Social, que é base das operações da TMTG.

Entretanto, de acordo com o Hollywood Reporter, provavelmente esse não será o nome da plataforma, uma vez que a empresa parece ter comprado o domínio TrumpPlus.com e a marca registrada da TruthPlus, sendo os dois possíveis nomes para o streaming.

A empresa tem fortes ambições para a plataforma, pois em 2021, durante apresentação de investimentos, a TMTG sugeriu que o serviço poderia ter 40 milhões de assinantes até 2026, o que é um número muito ambicioso em relação ao cenário atual do segmento.

“O TMTG+ pode oferecer um preço mais próximo ao da Netflix (US$ 11,73/mês), dada a base altamente entusiasmada do presidente Trump”, declarou a apresentação.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x