06/07/2022

Telegram passa WhatsApp e se torna principal app de mensagem na Rússia

Popularidade do serviço cresceu em meio às restrições de acesso a outros mensageiros e redes sociais.

De acordo com a operadora russa de telecomunicações Megafon, o Telegram superou o WhatsApp e se tornou o aplicativo de comunicação mais popular da Rússia.

telegram-bloqueio-de-rede-social
Foto: Reprodução Internet

Segundo a Megafon, enquanto a participação do Telegram saltou para 63% nas duas primeiras semanas de março ante 48% nas duas primeiras semanas de fevereiro, o WhatsApp caiu de 48% para 32%.

Assim que a guerra entre Ucrânia e Rússia começou, o WhatsApp virou alvo de um processo criminal na Rússia, O governo do país pede o reconhecimento da empresa como uma “organização extremista”. Isso porque a rede social autorizou, temporariamente, que usuários de alguns países publicasse conteúdo incitando a violência contra russos.

FACEBOOK BLOQUEADO

Desde o dia 4 de março, as plataformas da Meta, dona do Facebook, estão com acesso bloqueado no país russo, segundo comunicado do Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Meios de Comunicação de Massa da Rússia, órgão executivo também conhecido como Roskomnadzor.

A justificativa foi apontada para 26 casos de “discriminação contra a mídia russa” datados desde outubro de 2020. Além disso, a agência de notícias russa TASS anunciou que o Twitter também está bloqueado.

Segundo o comunicado, a ação do Facebook é proibida por lei, sendo ela uma violação aos “princípios fundamentais da livre disseminação de informações e acesso sem obstáculos dos usuários russos à mídia local” em plataformas estrangeiras.

Ainda existem relatos de que outros serviços de informações de países do Ocidente também estão sendo bloqueados, como os canais de notícias britânico BBC e o alemão Deutsche Welle, além da plataforma Wikipédia.

Carolina Veneroso
Carolina Veneroso
Jornalista, formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como repórter, redatora e com produção de conteúdo há 5 anos. Apaixonada por entrevistar e conhecer pessoas e novas histórias.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x