06/07/2022

MCom dará R$ 54 milhões do Funttel para empresa investir em soluções 5G

Dinheiro virá do Fundo de Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações, administrado pelo Ministério das Comunicações.

Nesta quarta-feira (23), a Padtec informou que recebeu crédito de R$ 53,4 milhões da Finep, braço de investimento em tecnologia e inovação do governo federal, O dinheiro virá do Fundo de Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel), administrado pelo Ministério das Comunicações, cujo dinheiro será usado para o desenvolvimento de soluções voltadas para a redes 5G.

No total, foram fechados três contratos com a Finep, braço de investimento em tecnologia e inovação do governo federal. Os 53,4 milhões de reais serão desembolsados periodicamente até 2024.

O primeiro acordo prevê o desenvolvimento de novos produtos e novas funcionalidades em equipamento da Padtec, com o objetivo de lançar uma solução de equipamento de comunicações política apta ao backhaul de rede 5G. Além disso, esses novos produtos deverão ter certificações em regiões como América do Norte e Europa.

O contrato é parte da estratégia da Padtec para os próximos anos, já que a empresa pretende entrar no mercado de comunicações móveis 5G e fortalecer sua posição como exportadoras de produtos de telecomunicações também no mercado fora da América do Sul.

Esse é o período contrato firmando do programa Finep 5G, destinado para o apoio de projetos de desenvolvimento de soluções tecnológicas voltadas para o 5G; de produtos e serviços viabilizados para nova rede, assim como para a implantação de empreendimentos vencedores da licitação pelo 5G, desde que usem tecnologias nacionais.

O segundo acordo prevê o desenvolvimento de soluções de segurança cibernética e integrá-las em produtos de telecomunicações do portfólio da Padtec. Com isso, a empresa passará a atender novos requisitos relacionados ao uso de métodos avançados de criptografia, garantia de integridade de software, capacidade de mitigação de ataques, adoção de senhas seguras, entre outros.

Por fim, o terceiro projeto tem o objetivo de desenvolver novas ferramentas para o sistema de gerencia da plataforma DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing) da empresa, que é divididas em cinco blocos: Service Control & Automation; Operation; Infrastructure; Planning; e Analytics.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x