InícioEconomia e NegóciosTIM pode ser vendida para empresa americana; saiba qual

TIM pode ser vendida para empresa americana; saiba qual

Fundo americano quer comprar a Telecom Itália, mas a transação ainda depende da aprovação do governo, que tem o chamado “Golden Power".

A controladora da TIM Brasil, Telecom Itália, recebeu uma proposta bilionária da empresa de private equity KKR (Kohlberg Kravis Roberts). O fundo americano ofereceu US$ 12,2 bilhões para comprar a empresa italiana. A proposta foi encaminhada para o presidente, Salvatore Rossi, que convocou uma reunião de urgência com os acionistas.

De acordo com comunicado da Telecom Italia, a proposta é “não vinculativa e indicativa”. A oferta inicial em dinheiro é de 50,5 centavos de euro por ação, o que representa um prêmio de 46% referente ao fechamento dos papéis da tele na sexta-feira (19).

A proposta da KKR ainda está condicionada a uma auditoria de confirmação de cerca de quatro semanas, assim como a aprovação do governo, que tem o chamado “Golden Power” sobre a empresa italiana. “Golden Power” é um mecanismo que permite o veto a operações de venda, fusão ou controle de empresas.

A Telecom Itália enfrenta um dos mercados mais competitivos mundialmente. Além do governo, a francesa Vivendi, um dos principais acionistas da companhia com 23,75% do controle, pode botar dificuldades na transação, já que a movimentação por parte da KKR pode colocar em xeque o controle da Vivendi.


LEIA TAMBÉM:

–> Faixa comprada pela Winity pode complementar espectro de 700 MHz da TIM

–> TIM realiza teste 5G SA na subestação elétrica da Vila Olímpia em SP

–> TIM conclui a venda da FiberCo para a IHS Holding

“Uma potencial oferta pública de aquisição da Telecom Italia pela KKR pode ter um obstáculo intransponível, que a Vivendi provavelmente resistiria, visto que sua participação de 24% na empresa foi adquirida a um custo médio de 1,03 euros”, afirma Erhan Gurses, analista da Bloomberg Intelligence.

Nos últimos cinco anos, as ações da Telecom Itália caíram cerca de 50%, segundo informações da Bloomberg. No final de setembro, a telecom contabilizava uma dívida líquida de mais de 22 bilhões de euros. A KKR já possui participação (37,5%) na FiberCo, unidade de fibra da empresa italiana, onde comprou por 1,8 bilhão de euros.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários