Nokia estuda construir fábrica no Brasil de equipamentos para o 5G

Empresa está em negociação com vencedoras do leilão 5G para fornecer equipamentos da tecnologia para essas operadoras; saiba detalhes.

No último domingo, 28, o presidente da Nokia no Brasil, Ailton Santos, afirmou ao portal O Globo que está analisando a ideia de construir uma fábrica no Brasil para disponibilizar equipamentos voltados para a rede 5G Standalone, que deve ser implantado nas capitais brasileiras até julho de 2022.

Imagem ilustrativa – aithority.com

De acordo com o presidente, 20% da infraestrutura do 4G no país já é de responsabilidade da fabricante finlandesa, além de que já está em conversas com as empresas vencedoras do leilão realizado no início do mês, que poderão vir a ser clientes da fábrica.

“Estamos preparados para atender o 5G e em conversa com todos os vencedores do leilão. É uma agenda intensa com eles para proporcionar a melhor solução possível. Todos ainda em fase de fechamento. A primeira coisa que querem saber é como eles conseguem ter a diferenciação de seus serviços com base na faixa de frequência que foi adquirida”.

A fabricante tem atuação com os “principais players do mundo”, onde há contratos com as maiores operadoras do Estados Unidos, do Japão, da Coreia do Sul e da Europa. Enquanto que no brasil, Santos afirma que “temos contrato com a TIM no 5G e agora estamos discutindo contrato com as demais”.

LEIA TAMBÉM:

–> 8 capitais do Nordeste terão 5G até junho de 2022, de acordo com o MCom

–> TIM Brasil faz parceria com a Qualcomm para a rede 5G Open RAN

–> Vencedoras do leilão 5G são convocadas pela Anatel

“Temos 12 mil antenas da Nokia instaladas que são 4G e, com uma atualização de software, já estão prontas para o 5G. O 4G consegue conectar até 10 mil devices por quilômetro quadrado. O 5G conecta até 1 milhão. Quando se fala em disponibilidade de rede, o 5G tem 75% mais confiança de que não vai cair. O 5G que você terá no móvel será muito melhor que o próprio Wi-Fi que se tem em casa hoje” disse Ailton Santos.

Além da pretensão de construir uma fábrica no Brasil, a Nokia também está realizando mudanças em seu centro localizado em Sorocaba.

“Estamos movendo nosso centro de distribuição de Sorocaba (SP) para o Sul. Foi uma questão econômica. Estamos discutindo neste exato momento se vale a pena fabricar no Brasil, pois tem uma questão de impostos e taxas. O principal ponto é o volume mínimo para fabricar”.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
1
0
O que você acha? Comente!x