InícioEconomia e NegóciosUnifique vai às compras após processo de IPO

Unifique vai às compras após processo de IPO

Provedor acaba de adquirir três empresas regionais da região Sul.

Unifique vai às compras após processo de IPO

A empresa Unifique (FIQE3) anunciou ao mercado a aquisição das empresas Cristiano Holdefer & Cia LTDA, Vilmar da Silva LTDA e Alexandre da Cunha & Cia. As três atuavam em Joinville, no estado de Santa Catarina, sob o nome fantasia “Zappen”.

O negócio inclui a venda de ativos, carteira de clientes e obrigações das antigas empresas. A transação foi acordada em R$ 40 milhões, com este valor sendo sujeito a ajustes em decorrência da transferência de cerca de 16 mil clientes.

A operação inclui um pagamento inicial de 50% do valor acordado, com o restante sendo parcelado em 24 parcelas, sendo corrigidas mensalmente pelo índice da Certidão de Depósito Interbancário (CDI).

O contrato prevê ainda uma cláusula de obrigação de não concorrência, impedindo que as empresas vendedoras voltem a atuar no mercado de banda larga durante cinco anos no estado de Santa Catarina.


VEJA TAMBÉM:

–> Unifique levanta R$ 818 milhões com abertura de capital

–> Unifique lança banda larga de 2 Gbps por R$ 250 mensais

–> Pequenos provedores dominam mercado de banda larga em 3,5 mil cidades

“A Companhia, que já tem presença na cidade de Joinville-SC com cerca de 18 mil clientes, amplia sua atuação local com grande potencial de sinergia decorrente de diluição de custos fixos da operação e do aumento de receitas pelos serviços a serem ofertados à nova base de clientes e potenciais clientes da rede de fibra óptica adquirida”, afirmou a Unifique em comunicado.

Neste mês de agosto, a Unifique já tinha adquirido os provedores Neofibra e a TKNET por um valor não revelado. O negócio expandiu a atuação da empresa em Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A incorporação e fusão de provedores regionais é um dos objetivos da empresa ao abrir o capital na Bolsa de Valores (IPO, na sigla inglês). Durante o período de reserva, a companhia conseguiu levantar R$ 818,1 milhões, elevando o capital social de R$ 48,5 milhões para R$ 866,6 milhões.

No último resultado financeiro apresentado, a Unifique reportou uma receita operacional líquida de R$ 105,5 milhões, alta de 56,2%. Já o lucro líquido foi de R$ 16,9 milhões, alta de 59,2%.

Com informações de Relações com Investidores Unifique.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários