InícioEconomia e NegóciosOi divulga nova marca e logotipo para a InfraCo

Oi divulga nova marca e logotipo para a InfraCo

Nova unidade busca reforçar a imagem de viabilizadora neutra de infraestrutura digital para o mercado de atacado.

Nesta quinta-feira, 5 de agosto, a Oi (OIBR3/OIBR4) anunciou o lançamento de uma nova marca para a InfraCo, empresa de rede de fibra neutra criada pela operadora. A partir de agora a divisão será conhecida como V.tal (pronuncia-se “Vital”).

O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa com a participação do CEO da Oi, Rodrigo Abreu, além de Pedro Arakawa, chefe de atendimento ao cliente (CCO) da unidade de fibra.

Segundo explicou Arakawa, o “V” da marca vem de via, reforçando que a companhia será uma viabilizadora de infraestrutura. O “ponto” indica que a empresa é um ponto que se conecta a outros, gerando oportunidades. Já o “tal” vem de digital.

No mês passado, a nova empresa de fibra foi arrematada em leilão pelo Grupo BTG Pactual, por R$ 12,9 bilhões. Na conclusão do negócio – previsto para ocorrer até o final de 2021 – o BTG terá 57,9% do capital social da V.tal e os 42,1% restantes pela Nova Oi.

VEJA TAMBÉM:

–> Oi quer alcançar 8 milhões de casas conectadas com fibra até 2024

–> Novo plano estratégico da Oi não empolga investidores e ações despencam

–> Quanto tempo pode demorar a venda da Oi Móvel? Entenda o ‘imbróglio’

Rodrigo Abreu, CEO da Oi, e Pedro Arakawa, CCO da InfraCo, ao lado da nova marca. Imagem: Oi/Divulgação

O lançamento da nova marca visa reforçar o início das operações da unidade no mercado de fibra no atacado, além de deixar claro que a V.tal funcionará de forma neutra e independente da Oi. A escolha do nome não teve participação do BTG Pactual, uma vez que a transação ainda não foi concluída.

O negócio ainda depende da aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Segundo Abreu, a divulgação do CEO da V.tal só será feita após a aprovação regulatória e fechamento da transação.

Além da marca, a V.tal terá um CNPJ próprio e será sediada em São Paulo. Durante esse processo de transição, um “comitê de neutralidade” tem garantido que os processos de governança permaneçam neutros.

Por enquanto, a Oi é o cliente-âncora da V.tal. Porém, a empresa anunciou que já conta com 260 contratos com operadoras e provedores, para prestação de serviços de atacado e de rede neutra.

A empresa já nasce com malha de cerca de 400 mil km de fibra óptica, 12 milhões de casas passadas (HPs, na sigla em inglês) e 2,5 milhões de clientes conectados. A partir de investimentos da ordem de R$ 30 bilhões, a meta é alcançar 32 milhões de casas aptas a receber a fibra, em mais de 2.300 municípios, até 2025.

No mercado de atacado, a V.tal pretende ofertar serviços de infraestrutura digital para provedores regionais. Ou seja, a empresa neutra leva a infraestrutura até o poste e o parceiro é responsável pela venda, instalação e suporte na casa do cliente final. A V.tal receberá uma mensalidade por casa conectada desses provedores.

A ideia é que a empresa permita uma rápida entrada de provedores no mercado de telecom e otimize a implantação do 5G no país, além de evitar a redundância na construção de infraestrutura.

“A criação da V.tal como operação neutra materializa a visão de separação estrutural proposta em nosso plano de transformação e permite o início de um novo ciclo de crescimento da infraestrutura de telecomunicações no país”, disse Abreu.

“Nossa proposta é atender as mais diversas empresas de telecomunicações, das operadoras aos provedores regionais, ajudando a expandir a oferta de banda larga de altíssima velocidade em todo o Brasil”, acrescentou Arakawa.

Com informações de Assessoria de Imprensa Oi.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
CONTEUDO RELACIONADO
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários

MAIS POPULARES