Com edital travado no TCU, governo busca investidores para o 5G no Brasil

Ministro das Comunicações vai chefiar comitiva brasileira em viagem aos Estados Unidos.

Com edital travado no TCU, governo busca investidores para o 5G no Brasil
Imagem: Ministério das Comunicações/Reprodução

Enquanto o edital do leilão do 5G é analisado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, tem dialogado com potenciais investidores estrangeiros para o mercado de telecomunicações no Brasil.

Nesta semana, o ministro participou de um evento online promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

No evento com mais de 5 mil participantes, entre eles nacionais e internacionais, ele lamentou as vítimas da Covid-19, mas enfatizou os benefícios sociais e econômicos da chegada da tecnologia móvel de nova geração.

“O Ministério das Comunicações irá realizar o maior leilão de radiofrequências de todos os tempos. Ele chegará em boa hora, pois a pandemia provou que a internet é essencial”, argumentou Faria.

VEJA TAMBÉM:

–> Leilão do 5G fica para o segundo semestre

–> 5G vai fazer jovens se interessarem pelo trabalho no campo, diz ministra

–> Vivo, TIM e Claro vão usar micro-ondas de rádio para fornecer 5G

O edital para o leilão está no TCU desde o dia 19 de março, período superior aos 60 dias prometidos pelo tribunal de contas para aprovar a licitação das frequências do 5G.

Pesa na análise os compromissos que serão assumidos pelas operadoras de telefonia na rede privativa do Governo Federal.

Para acelerar a aprovação do edital, Faria vai chefiar uma comitiva brasileira que viajará a Washington, entre os dias 7 e 9 de junho, e em Nova Iorque, no dia 10 de junho.

A ideia é que ministros do TCU conheçam de perto as redes privativas de 5G do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

Além disso, o ministro também vai aproveitar a viagem para conversar diretamente com investidores.

De acordo com levantamento da consultoria Omdia, citado por Faria, o 5G deve gerar uma receita de US$ 1,3 bilhão (R$ 6,56 bilhões na cotação atual do dólar) para a indústria de telecomunicações durante a próxima década.

“O Brasil está de braços abertos para receber novos investimentos em telecomunicações e serviços de tecnologia. E agora é o momento perfeito para aproveitar essas oportunidades”, completa o ministro das Comunicações.

A expectativa de Fábio Faria é que o leilão do 5G no Brasil ocorra no segundo semestre de 2021.

Com informações de Ministério das Comunicações.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários