Disney, Apple e Amazon podem disputar compra da Warner no futuro

Fusão com Discovery pode ter sido o início de uma estruturação para facilitar uma venda no futuro; entenda.

Ilustração - possível venda da Warner (WarnerDiscovery)
Imagem: Ilustração Pixabay + logotipo Warner e Discovery

Já imaginou somar a Warner, com todo o conteúdo do HBO Max, ao catálogo do Disney+ ou Amazon Prime Video? Pois é, a ideia não é uma loucura, pelo contrário.

Relatos da CNBC garantem que a empresa passa por uma reestruturação para ser vendida no futuro.

A fusão com o Discovery, que deve culminar no nome WarnerDiscovery, foi apenas o início do processo.

Junto com Disney e Amazon, há também a Apple na lista das prováveis compradoras da companhia.

VEJA TAMBÉM:

–> AT&T/Warner quer criar streaming grátis nos moldes da Pluto TV

–> ‘Fiasco’ no HBO Max pode ter motivado fusão da Warner e Discovery

–> Definido: SKY e Warner agora pertencem à mesma companhia

A informação surge a partir da jogada estratégica de John Malone, acionista da Discovery que tinha 26,5% do controle dos votos, porcentagem maior do que a de qualquer dono.

O executivo concordou em reduzir seu poder para 4%, a fim de trazer flexibilidade e facilitar uma venda futura.

Vale lembrar que a empresa se tornou um grande ‘elefante branco’ para a endividada AT&T, que pode ter negociado com o grupo Discovery para reverter prejuízos.

Afinal, o fechamento das salas de cinema em função da pandemia afetou drasticamente os resultados em bilheterias do estúdio.

A saída foi potencializar o streaming HBO Max, que anda em passos lentos e sequer providenciou sua grande expansão internacional ainda.

A estratégia de fazer lançamentos simultâneos nos cinemas e streaming também pode ter sido em vão.

De toda forma, ainda é cedo para cravar ou especular uma venda da WarnerDiscovery.

Afinal, uma fusão acabou de ser concretizada e será necessário consolidar a nova empresa, para depois pensar em uma possível venda.

A grande expectativa, obviamente, ficará em torno da Disney.

Se a gigante de Hollywood adquirir a Warner, poderá ter um produto de streaming três vezes mais potente que a Netflix.

Sem contar que terá duas grandes franquias em mãos: os filmes da Marvel e DC, adaptações de quadrinhos que mobilizam milhões de fãs.

Com informações de Yahoo Notícias

About Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários