Como garantir que seu serviço de streaming está transmitindo em 4K

Televisores e monitores com esse monte de pixels hoje são comuns, então que se faça bom uso deles.

Se foram os dias dos televisores quadrados, ainda que de tela plana, com baixa resolução e formato quadrilátero (4:3), em aparelhos que até mesmo ainda contavam com tubos.

Também estão no passado os tempos de transmissões abertas cheias de chuviscos e fantasmas, com o advento da TV Digital na casa dos brasileiros.

Hoje em dia, em especial em anos de Copa do Mundo, é comum encontrar modelos de construção fina, formato retangular e o principal: altíssima resolução.

Com a popularidade e número crescente de serviços de streaming, não faltam opções de conteúdo para aproveitar essas telas grandes nas nossas salas ou quartos.

VEJA TAMBÉM:

–> Copa do Mundo é transmitida em 8K no Museu do Amanhã, no Rio

–> Governo libera por mais um ano a multiprogramação na TV digital

–> Netflix começa a retornar com a qualidade de transmissão em 4K

O Brasil já conta com Globoplay, Paramount+, Netflix, Disney+ e em breve está chegando o HBO Max. Também temos o YouTube, se você levar em consideração.

Para tirar todo proveito de sua tela 4K e assistir a conteúdos nessa resolução, alguns passos são necessários. Assim você não terá dúvidas de que não está subutilizando seu equipamento.

Quatro-quem?

Quando você vai numa loja, pode ver aparelhos estampando algum adesivo informando que são 4K, ou então usam a nomenclatura UHD (Ultra High Definition). Se você encontrar algum arquivo de vídeo 2160p, ele também é 4K.

Isso significa que a tela ou resolução do arquivo é composta por 3.840 x 2.160 pixels. Basicamente é isso. Por conta desse mundo de pequenos pontinhos na tela, a qualidade e o tamanho da imagem são enormes.

Se você tiver um equipamento com suporte a HDR, Dolby Vision e outras tecnologias do tipo, só vai melhorar ainda mais a qualidade da imagem se tudo estiver alinhado.

Garantindo o 4K

O primeiro passo para ter certeza de que está assistindo a um conteúdo em 4K é observar se seu serviço de streaming oferece transmissão em UHD e o plano que você assina também.

O próximo passo é verificar se a atração que você quer ver está nessa resolução. Alguns seriados e filmes mais antigos podem não ter sido remasterizados para o novo padrão.

Outras vezes, pode ser dada a opção entre assistir em HD ou em 4K. Por fim, caso o conteúdo venha de uma fonte externa ligada ao seu televisor ou computador, dê uma olhada nisso também.

Aqui você deve observar se todos os seus cabos, conexões e portas são de qualidade e de fato suportam 4K. Em algumas TVs, somente portas específicas estão preparadas para conteúdo em ultra alta definição.

Nesse caso é bom averiguar também e ter a certeza de que o modelo do equipamento usado como fonte do conteúdo suporta transmissão em 4K.

Alguns televisores e aplicativos possuem códigos secretos que vão mostrar a resolução que está sendo transmitida, garantindo assim que tudo está saindo como esperado.

Conecte tudo nos lugares certos e aproveite todo o poder de fogo do seu equipamento.

Com informações de LifeHacker

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários