InícioInternet Banda LargaOi Fibra chega à São Paulo no segundo trimestre

Oi Fibra chega à São Paulo no segundo trimestre

Operadora espera cobrir 400 mil domicílios paulistas com o serviço de banda larga ao longo de 2021.

A Oi revelou nesta segunda-feira, 29 de março, que pretende comercializar o serviço de banda larga por fibra no estado de São Paulo a partir do 2º trimestre de 2021.

De acordo com a companhia, neste primeiro trimestre, a operadora realizou testes de negócios, lançando o serviço de modo parcial e beta.


Já a partir do segundo trimestre de 2021, que começa em abril próximo, a empresa pretende fazer o lançamento comercial da Oi Fibra tanto para os consumidores finais (B2C) quanto para clientes corporativos (B2B).

A empresa afirma que já possui uma rede de fibra pronta de 5,2 mil km, implantada em localidades do estado consideradas estratégicas e seguindo o mesmo modelo de negócio utilizado nas demais áreas do país.

VIU ISSO?

–> Vero Internet é a primeira provedora que irá utilizar a rede neutra da Oi

–> Oi Fibra chega ao Setor Noroeste do Distrito Federal

–> Oi registra lucro de R$ 1,8 bilhão no 4º trimestre de 2020

O plano é cobrir 400 mil domicílios com o serviço da Oi Fibra em 2021.

Segundo a empresa, existe um potencial de atingir até 2 milhões de clientes no ano que vem.

A oferta da Oi Fibra em São Paulo já era ventilada desde o ano passado pelo presidente da operadora, Rodrigo Abreu.

Porém, mais cauteloso, Bernardo Winik, diretor da área de clientes da Oi, classificou a estratégia de levar o serviço de fibra para o território paulista apenas como uma “oportunidade”, fazendo mistério sobre quando ocorreria esse lançamento comercial.

“Prefiro guardar a informação, a gente não costuma avisar o concorrente”, afirmou Winik, durante coletiva de imprensa em outubro passado.

A Oi já oferece o serviço de banda larga em São Paulo – a partir das aquisições da BR Telecom e Telemar -, mas apenas para clientes corporativos, por meio da Oi Soluções.

Tradicionalmente, a operadora não oferece o serviço de banda larga para clientes residenciais de regiões onde a Vivo mantém outorgas de concessão.

Entretanto, com a venda da Oi Móvel e o foco da empresa no negócio de fibra, despertou o interesse da operadora em operar também em São Paulo.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários