Oi registra lucro de R$ 1,8 bilhão no 4º trimestre de 2020

Dívida líquida da operadora sobe para R$ 21,8 bilhões, ante R$ 15,9 bilhões de dezembro de 2019.

Oi registra lucro de R$ 1,8 bilhão no 4º trimestre de 2020

A Oi (OIBR3/OIBR4) reportou no quatro trimestre de 2020 um lucro líquido trimestral de R$ 1,8 bilhão, ante uma perda de R$ 2,3 bilhões no mesmo período do ano anterior.

Segundo os resultados financeiros apresentados na madrugada desta segunda-feira, 29 de março, a operadora em recuperação judicial acumulou uma dívida líquida de R$ 21,8 bilhões em dezembro do ano passado, variação de +36,9% em relação ao mesmo período de 2019, que foi R$ 15,9 bilhões.

A receita líquida da Oi foi de R$ 4,8 bilhões no 4T20, um incremento de 1,5% em relação ao terceiro trimestre de 2020, mas uma redução de 2,8% em relação ao ano anterior.

O resultado é puxado principalmente pelos serviços móveis (receita líquida de R$ 1,7 bilhões), seguido do residencial (R$ 1,6 bilhões) e clientes corporativos (R$ 1,4 bilhões). Outros serviços somam R$ 78 milhões.

VIU ISSO?

–> Decisão da Anatel favorece melhoria de sinal da Oi e da TIM em Foz e Uruguaiana

–> Inquérito sobre a Oi no caso Lulinha permanecerá em São Paulo

–> Melhor que o TIM Beta, novo plano pré-pago da Oi oferece 25GB por R$ 25 ao mês

No serviço de banda larga – o principal carro-chefe da Oi – a operadora fechou o último trimestre com 2,0 milhões de clientes utilizando a fibra óptica e 2,1 milhões utilizando o cabeamento por cobre.

De acordo com a Oi, a empresa encerrou o ano passado com 9,1 milhões de casas passadas com fibra.

No serviço móvel pessoal, no acumulado do ano, a operadora teve um crescimento de 6,3% na receita do pós-pago, quando comparado ao ano anterior.

Enquanto isso, no pré-pago, houve uma redução de 6,2% em relação ao último trimestre de 2019.

A Oi argumenta que a queda no serviço pré é motivada principalmente pela política da operadora de incentivar a migração de clientes para o segmento pós-pago.

No B2B, a empresa teve um crescimento de receita de TI de 54% em um ano, atingindo no quarto trimestre de 2020 a cifra de R$ 194 milhões.

Já os investimentos (Capex) consolidados da Oi, incluindo as operações internacionais, totalizaram R$ 1,7 bilhões, no 4T20, tendo uma redução de 12,8% em relação ao 4T19 e de 13,7% em relação ao 3T20.

Mais detalhes sobre os resultados financeiros da Oi no último trimestre de 2020 podem ser consultados no documento disponibilizado pela empresa.

Com informações de Relações com Investidores Oi.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários